Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Profissão músico: o que faz um luthier

      27 de junho de 2017 11:57 Por Damy Coelho

      A profissão de músico contempla várias funções distintas, mostrando que ser músico varia entre um leque de possibilidades de atuação, ao contrário do que muitos pensam. Uma dessas possibilidades junta duas artes em uma: a de ser músico e a de produzir um artefato. Estamos falando da profissão de luthier!

      O termo “luthier” surgiu na França, país que tem uma conexão muito forte culturalmente com a música. “Luth” é derivado de “lute”, que significa alaúde. No século XVII, já havia alguns nomes que se destacavam na arte de construir instrumentos. Um exemplo é Antonio Giacomo Stradivari, que criou várias técnicas de produção usadas durante anos pelos profissionais, como usar o  tetraborato de sódio na madeira para melhorar a propagação do som.

      Não se assuste com as referências de química: um luthier realmente precisa ter algum conhecimento de áreas que vão além da música para construir um instrumento. “O luthier vai ter contato com diversas técnicas e também com madeiras diferentes, ele precisa entender como a madeira funciona, como é o seu processo de acabamento… precisa ter noção do tempo certo que leva para fazer um instrumento”, conta o luthier Max Rosa, que faz os violões usadas pelo nosso instrutor Gustavo Fofão.

      Fofão e Leo Eymard visitando a luthieria de Max Rosa (Foto: Reprodução/Facebook)

      Mas o luthier não precisa necessariamente começar um instrumento do zero: além do trabalho que mistura habilidades de marceneiro e artesão, o profissional também pode seguir na carreira fazendo a manutenção de instrumentos já existentes ou atuar como restaurador. É a partir dessas divisões que a rotina profissional varia.

      Momento de produção (Foto: Facebook/Max Rosa Guitars)

      Enquanto um luthier que faz consertos acaba se deparando com diversos instrumentos de formatos e marcas distintas, com um prazo fixo para a devolução ao cliente, o trabalho do luthier que faz instrumentos é um pouco diferente:

      “se for um luthier de construção, o profissional lida com um processo que vai desde o corte de madeira, de armazenagem, colagens, lixamento, tem de saber lidar com as ferramentas… e nisso, estamos falando só da parte inicial, do cuidado com a madeira. É um processo mais lento, justamente por ser mais cuidadoso”

      Max explica ainda que um instrumento leva cerca de três meses para ficar pronto – desde os primórdios do processo até a sua produção final.

      Por dentro de uma luthieria (Foto: Divulgação/ Max Flores Guitar)

      De fato, a profissão vai muito além da formação teórica. Como já falamos aqui, um músico formado em uma faculdade pode se especializar em luthieria e ter uma boa base teórica e prática. Mas Max reforça que ter experiência no mercado é fundamental para que o aprendizado seja completo. “É uma vida de trabalho para se formar como um luthier”, conta. Mas a profissão tem vantagens das mais diversas. O próprio Max explica:

      “É uma profissão para quem é apaixonado por música e pela feitura de instrumentos. Pode não ser um trabalho que gere alta rentabilidade, mas é muito prazeroso. Ser bem remunerado também vai de uma questão de filosofia de vida”.

       

      LEIA TAMBÉM:

      Profissão Músico #1: O que faz um musicoterapeuta?