Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Polícia está investigando morte de Chris Cornell como suicídio

      18 de maio de 2017 11:03 Por Damy Coelho

      A morte de Chris Cornell na madrugada desta quinta (18) pegou muita gente de surpresa. Segundo informações da Polícia de Detroit – onde o corpo do cantor foi encontrado – a causa da morte está sendo investigada como suicídio.

      O legado de Chris Cornell, do grunge ao mainstream das rádios

      O cantor estava na cidade com o Soundgarden. A banda se apresentou no Fox Theatre (com ingressos esgotados) e depois os integrantes seguiram para o hotel onde estavam hospedados.

      Veja um trecho do último show de Chris Cornell:

      “À meia-noite (no horário local), nós recebemos uma ligação do 911 vinda do MGM Grand Casino Hotel”, disse o assessor de comunicação da polícia.

      “Um amigo da família estava checando o estado dele a pedido da mulher do cantor. Ele foi ao hotel e o encontrou desacordado no chão do banheiro. Ele foi declarado morto no local”, continuou.

      Porém, ainda segundo a polícia, é cedo para tirar conclusões. ”No momento, nossa investigação está lidando com a possibilidade de suicídio, mas precisamos esperar pelo relatório médico para determinar a causa da morte. No momento, não podemos revelar muita informação sobre o que observamos no quarto de hotel ou o que nos levou a essa conclusão”.

      O TMZ e o Variety reportaram que o cantor foi encontrado com uma corda em volta do pescoço, sem marcas de sangue.

      Chris Cornell foi um dos ícones do movimento grunge com as bandas Soundgarden e Temple Of The Dog. O cantor ainda liderou os vocais do Audioslave e mantinha uma carreira solo há quase 20 anos. Ele tinha 52 anos.

      LEIA TAMBÉM:

      Jimmy Page, Elton John e outros ídolos lamentam a morte de Chris Cornell