Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Esposa de Chris Cornell publica declaração sobre a morte do marido

      19 de maio de 2017 16:34 Por Gustavo Morais

       alt=

      Chris e Vicky Cornell (Reprodução/Internet)

      Vicky Cornell, viúva de Chris Cornell, divulgou nesta sexta-feira (19) um comunicado sobre a morte do marido. Segundo Vicky, a morte do músico teria sido acidental.

      O corpo do vocalista do Soundgarden foi encontrado no banheiro de um hotel, em Detroit, após show, na noite de quarta-feira (17). Médicos legistas confirmaram a causa da morte como suicídio por enforcamento.

      Leia o comunicado de Vicky, na íntegra:

      “A morte de Chris criou um vazio no meu coração que nunca será preenchido. Como todos os que o conheciam já disseram, ele era um pai e um marido dedicado. Era o meu melhor amigo. O mundo dele era a família e a música. Ele veio para a casa no Dia da Mãe para estar com a família. Voltou para a estrada na quarta-feira, o dia do show, depois de estar com os filhos. Antes do show, conversamos sobre tirar umas férias e outras coisas que queríamos fazer.

      Quando voltamos a conversar depois do show, reparei que ele falava de forma arrastada; estava diferente. Quando ele comentou que talvez tivesse tomado um ou dois Ativan a mais, pedi aos seguranças que fossem ver como ele estava. O que aconteceu é inexplicável e espero que a divulgação de novos exames médicos forneça mais informação. Sei que ele amava os nossos filhos e nunca os magoaria, acabando intencionalmente com a sua vida.

      As demonstrações de amor e de apoio dos fãs, amigos e familiares significam muito para nós, mais do que qualquer pessoa poderia entender. Obrigado por isso, e por compreender o quanto é difícil para a nossa família passar por essa situação.”

      Veja um trecho do último show de Chris Cornell:

      Advogado comenta uso de medicação

      Segundo o Dr. Kirk Pasich, advogado da família, ainda é cedo para afirmar que o músico cometeu suicídio por enforcamento. “Sem os resultados dos exames toxicológicos, não sabemos o que estava acontecendo com Chris – ou se alguma substância contribuiu para sua morte”, disse. O advogado também informou que a família do cantor acredita que a medicação ou outras substâncias possam ter afetado suas ações.

      Pasich acrescentou que a família Cornell está “perturbada com as notícias de que Chris tirou a própria vida de maneira consciente e intencional”. “Chris, um viciado em recuperação, tinha uma receita de Ativan e pode ter tomado mais Ativan do que as doses recomendadas. A família acredita que se Chris tirou sua vida, ele não sabia o que estava fazendo e que drogas ou outras substâncias podem ter afetado suas ações “, afirmou.

      Pasich acrescentou que os efeitos colaterais de Ativan incluem “pensamentos paranoicos ou suicidas, fala arrastada e julgamento prejudicado”.