Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Roger Waters volta a criticar (bastante) Thom Yorke, do Radiohead

      17 de julho de 2017 9:53 Por Damy Coelho

      Ativista dos mais fervorosos na música, Roger Waters parece não se conformar com o fato de o Radiohead fazer um show em Israel. Roger criticou uma vez, Thom Yorke rebateu e o ex-Pink Floyd não ficou calado. Rogers publicou em seu Facebook neste final de semana mais uma crítica aberta e direcionada à banda.

      Tudo começou quando Rogers mandou uma carta aberta ao Radiohead – assinada por músicos como . Na carta, Roger pede para os integrantes da banda se informarem sobre o que chamou de “comportamento opressor do país ao povo palestino”, pedindo que a banda cancelasse o show marcado no país para esta quarta (19), como forma de boicote.

      Thom Yorke não deixou barato. O cantor retrucou, afirmando que se sentia ofendido por Roger desconfiar que o Radiohead não tenho conhecimento a respeito do assunto. O músico completou, afirmando que tocar no país não indica apoio ao governo de Isreal.  ”A música, a arte e as academias são sobre ultrapassar fronteiras, não construí-las”, disse o músico.

      Roger, então, achou melhor mandar sua opinião sobre Thom Yorke de novo. O músico falou sobre o assunto em um live em seu Facebook neste domingo (16):

      Minha resposta para pessoas que dizem que a gente deveria ir até lá, sentar ao redor da fogueira e cantar algumas músicas: não, não deveríamos. Deveríamos respeitar o piquete. Qualquer um que se sinta tentado a cruzar essa linha, como nossos amigos do Radiohead, bastaria que eles se educassem a respeito. Eu sei que Thom Yorke está chorando sobre como ele se sente insultado, as pessoas sugerem que ele não sabe do que está acontecendo.

      Em seguida, manda um recado diretamente para o vocalista do Radiohead:

      Bem, Thom, você não deveria se sentir insultado porque se você realmente soubesse o que está acontecendo, teria uma conversa com Ken Loach[diretor], que está implorando para você ter uma conversa, ou comigo, eu te implorei, Thom. Eu te mandei inúmeros emails implorando para ter uma conversa. Brian Eno também fez isso; você nos ignorou, você não fala com ninguém sobre nada. Então esse tipo de isolamento é extremamente inútil para todos.

      E finaliza: “Eu estou ansioso para que – se você se sentir à vontade quando terminar a viagem por Israel porque provavelmente ainda irá pra lá – você me escreva uma carta e me diga quanto bem você fez e quanta mudança você conseguiu realizar conversando com músicos.”

      Já estamos aguardando os próximos capítulos dessa treta.