Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Justiça mineira bloqueia parte dos bens de Marília Mendonça

      10 de janeiro de 2018 11:04 Por Gustavo Morais

      Marília Mendonça entende que a cobrança é ilegal (Foto/Divulgação)

      Na última terça-feira (9), segundo o portal G1, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais determinou o bloqueio de parte dos bens da cantora Marília Mendonça. O motivo é o ressarcimento dos fãs que compraram ingressos para shows da cantora que foram cancelados.

      A cantora faria shows nos meses de fevereiro e março, do ano passado, na cidade mineira de Araguari. As apresentações, no entanto, foram canceladas por conta das chuvas. Como não houve show, Marília não recebeu o cachê.

      Em conversa com o site Purepeople, a assessoria da artista explicou a situação.

      O processo refere-se à duas apresentações da cantora Marília Mendonça canceladas por força da natureza. As fortes chuvas que caíram sobre a cidade nas duas ocasiões impossibilitaram apresentação, preservando assim a integridade física do público, cantora, equipe e de todos os envolvidos no evento

      Ainda de acordo com a assessoria de Marília, a cobrança é indevida. A artista baseia sua argumentação no fato de que não recebeu os cachês, pois as apresentações não aconteceram.

      Sendo assim, torna-se totalmente inapropriada e indevida a cobrança feita à cantora e ao seu escritório agenciador. Mesmo porque, os valores arrecadados na bilheteria não foram repassados, a artista não recebeu o cachê, justamente por não ter acontecido as apresentações

      No dia 18 de janeiro acontecerá uma audiência de conciliação. Caso as partes não entrem em acordo, os bens de Marília Mendonça continuarão bloqueados.