Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Feliciano faz ‘alerta’ sobre sucesso de Pabllo Vittar

      27 de fevereiro de 2018 14:37 Por Damy Coelho

      Marco Feliciano manda mensagem aos seguidores em forma de ‘alerta’(Reprodução/Twitter)

      O deputado Marco Feliciano mais uma vez entrou em polêmica com a comunidade LGBT – mais especificamente, com Pabllo Vittar. O pastor publicou um vídeo em suas redes sociais em forma de alerta, alegando que o sucesso da cantora representa “um risco para a família tradicional”. Segundo ele, a mídia vem ajudando a propagar o sucesso de representantes LGBT para que eles também tenham influência política.

      “Não é obra do acaso que, de uma hora para outra, passamos a ver um homem travestido de mulher com a cara estampada em latas de refrigerante, ganhando prêmios na TV, uma atleta transgênero tendo os holofotes da mídia por ser melhor que as atletas mulheres e um lutador de MMA ganhando de mulheres no ringue”, disse Feliciano.

      Falando em “ideologia de gênero” e “moral e bons costumes”, o deputado afirmou: “corremos o grave risco de termos a bancada LGBT em grandioso número”. Curiosamente, Marcos Feliciano chegou a falar aa influência que a própria bancada evangélica exerce no Congresso – com 94 representantes, segundo o pastor.

      Sinto que tais grupos defensores e propagadores da ideologia de gênero estarão tentando eleger representantes em cada estado desse país. Adivinha pra quê? Para produzir leis para defender a promiscuidade, cartilhas de ensinamento de sexo para nossas crianças, cotas em universidades para transexuais transgêneros, como já acontece.

      Em seguida, ironizou: “Num boom que os coloca acima de nós, meros mortais, eles estão sendo alçados a uma categoria superior a nós que nascemos com sexo definido, como alertei em 2013. Eles não querem direitos, querem privilégios e os conseguiram. O Big Brother já projetou líderes assim lembra disso?“, disse, citando o também deputado Jean Willis.

      Ao final do vídeo, Feliciano afirmou: “Trata-se de uma imposição crescente da agenda do governo mundial da Nova Era, que tenta impor a ideologia de gênero e possui táticas e estratégias para atacar a família tradicional”.

      Como era de se esperar, o vídeo já vem dividindo opiniões nas redes sociais. Pabllo Vittar ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas os fãs da cantora já protestam na página do deputado no Twitter. Entre os comentários, há manifestações de apoio e também críticas ao posicionamento de Feliciano: “A corrupção continua, o serviço público de saúde e a segurança um CAOS, a educação pública um lixo, impunidade, 12 milhões de desempregados…. Vamos nos preocupar com estas coisas. Deputado, todos têm o direito de terem os seus representantes. ISTO É DEMOCRACIA!”, disse um dos seguidores.