Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      4 superdicas para melhorar sua metodologia de estudos musicais

      10 de agosto de 2018 11:04 Por Gustavo Morais

      O aprendizado só depende de você (Foto/Pexels)

      Se você já faz um som no violão ou quer começar a aprender, pode ser que precise desenvolver uma eficiente metodologia de estudo. Pensando nisso, separamos algumas dicas fundamentais que vão te ajudar a organizar seus estudos. O objetivo deste post não é te dar uma receita para que você vire um guitar hero! A intenção é apenas te ajudar a desenvolver melhor seus hábitos de estudos.

      1. De olho na produtividade

      Para conhecer e otimizar sua produtividade, nada melhor do que uma planilha! Você pode começar, por exemplo, criando um documento com as variáveis “dia da semana”, “tempo de estudo”, “fundamento estudado” e “bpm”. Desta forma, você conseguirá mapear suas evoluções e, consequentemente, melhorar sua produtividade. Lembre-se que a organização estimula o desenvolvimento.

      2. Foco

      Quando sentar para estudar, evite quaisquer distrações vindas do mundo exterior. Nada de WhatsApp, redes sociais, plataformas de streaming, etc e tal. Pegue seu instrumento e invista sua concentração no assunto proposto para o estudo. O like no post que seu amigo colocou no Facebook ou na foto que seu crush publicou no Instagram, certamente são interações que podem esperar.

      3. Fragmente o conteúdo

      Não vá com muita “sede ao pote”, amigo! Afinal de contas, ninguém consegue “construir uma casa começando pelo teto”. Sendo assim, fragmente a construção de seu estudo.

      Não queira estudar tudo de uma vez (Foto/Pexels)

      Antes de começar a estudar, procure dividir a música por partes. Como cada pessoa lida com as coisas à sua maneira, não há uma metodologia exata para fragmentar o conteúdo. Porém, você pode experimentar seguir os passos abaixo:

      1. Comece assimilando a harmonia e a melodia
      2. Mapeie o arranjo [analise os timbres, por exemplo]
      3. Aprenda a tocar a base
      4. Estude o solo
      5. Execute a música na íntegra

      Importante: evite estudos inacabados! Exemplo: antes de começar a estudar a base da música, esteja certo de que internalizou a harmonia e a melodia.

      4. Mantenha o ânimo

      Não desanime com os níveis de dificuldade de uma determinada música! Lembre-se que “temos nosso próprio tempo”, como diz o rock da Legião. Por isso, pode ser que seu amigo aprenda a fazer um som antes de você e vice-versa. Leve o tempo que precisar para tirar as músicas, desenvolver fundamentos e monte seu repertório pessoal de forma gradual. À medida que você for treinando, é natural que as notas e acordes transitem mais rápido de seus ouvidos para seus dedos!

      Bend up e bons estudos! Não se esqueça de ficar atento nas videoaulas do Cifra Club!