Cifra Club News

Programa de computador que corrige afinação do cantor gera polêmica

31 de julho de 2009 10:56 Por Cássio Lignani
Interface de um programa que "ajuda" o cantor em estúdio

Interface de um programa que "ajuda" o cantor em estúdio

O Auto-Tune, um programa que pode ser usado para corrigir a afinação do cantor em estúdio, tem gerado polêmica nos últimos meses.

O rapper Jay-Z, a partir de uma ideia de Kanye West, lançou neste mês uma música em que se declara contra o programa.  No início do ano, o grupo Death Cab For Cutie, durante a premiação do Grammy, iniciou uma campanha contra esse tipo de recurso digital que ajuda a modular a voz do cantor.

A jornalista Clarice Cardoso, em matéria publicada nesta quinta-feira (30/7) na Folha de S. Paulo, aborda a questão.

Na matéria, o produtor Luiz Paulo Serafim destaca que o cantor “construído” em estúdio desaponta ao vivo. Rogério Flausino, do Jota Quest, confessa que não é purista e costuma repassar suas gravações com um técnico. Preta Gil também admite usar o programa, mas é contra o exagero.

Os artistas a favor do uso desse tipo de programa falam sobre os efeitos de áudio interessantes e do apuro técnico no resultado final. Aqueles que são contra dizem que o programa altera a voz e tira a espontaneidade do artista.

Um ponto, com o qual todos parecem concordar, é que o cantor que abusa do uso do Auto-Tune não consegue se sustentar ao vivo. Além disso, músicos e produtores destacam que o público percebe e se decepciona quando o artista é “construído” em estúdio.

Comente à vontade, mas pegue leve com os palavrões e/ou ofensas senão seu comentário pode ser editado ou deletado. =)
Veja também
30 de janeiro de 2014 - Especiais, Notícias Vídeo: há 45 anos, os Beatles subiram no telhado para último show

Studio Sol