Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Gene Simmons: “o rock morreu e não há espaço para compositores”

      6 de setembro de 2014 12:23 Por Laiza Kertscher

      Simmons acredita que não há mais espaço para compositores de rock

      Gene Simmons acredita que o rock “está morto” e que não há mais espaço para roqueiros compositores no showbiz. Em entrevista à revista Squire, o fundador e baixista do Kiss disse que acredita que não há mais espaço para artistas mostrarem seus trabalhos e aconselhou jovens músicos a “não deixarem seus trabalhos” para seguir na carreira musical.

      “O rock está finalmente morto. A morte do rock não foi natural, ele não morreu ‘de velhice’. Ele foi assassinado”, disse o roqueiro.

      “Quando eu comecei, não era uma montanha impossível de se subir. Assim que você tinha uma gravadora do seu lado, eles investiam em você, e quando você saia em turnê também ganhava apoio da gravadora. Havia todo uma indústria para te ajudar a ser o próximo Beatles, Stones, Prince, Hendrix, para te ajudar e dar apoio em cada passo daquele caminho”, explicou.

      “Ainda há gravadoras, e isso se aplica ao pop, ao rap, ao country e por aí vai. Mas para artsitas que também compõem – os criadores – de rock, soul, blues, esse apoio morreu”, acredita Simmons, que aponta o sucesso de “Gangnam Style”, do sul-coreano PSY, como um exemplo do que a indústria da música procura hoje em termos de venda e retorno de investimento.