Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Namoro ‘fake’de Taylor e Tom e outras teorias conspiratórias do pop

      5 de julho de 2016 10:23 Por Damy Coelho

      Não se falou em outra coisa na última segunda (4) sobre o mundo das celebridades que não fossem as teorias conspiratórias sobre o namoro de Taylor Swift e Tom Hiddleston. A mídia internacional divulgou a hipótese de que o relacionamento entre a cantora e ator é, na verdade, falso. As aparições públicas em excesso, mesmo com o recente fim de namoro com Calvin Harris, teriam despertado a desconfiança de alguns fãs de Taylor: eles garantem que todo o amor (que começou há menos de um mês) não passaria de uma mega estratégia de marketing para divulgar o clipe novo da cantora e Tom seria, na verdade, apenas o seu par romântico no vídeo.

      Taylor e Tom: dando uma olhada no guia turístico de Roma ou no roteiro do novo clipe??

      Muita gente especulou que o namoro poderia ter sido mesmo uma estratégia de marketing para dar uma forcinha para Tom conseguir o papel de James Bond no novo 007 (o namoro com uma cantora extremamente popular poderia ajudar a aumentar a popularidade do artista), mas a conspiração foi mais além. A teoria foi divulgada inicialmente pelo Buzzfeed e levanta possíveis “provas” bem interessantes: por exemplo, o clipe seria totalmente filmado por celulares, o que justifica o fato de não ter nenhuma equipe de filmagem na cola dos pombinhos. Além disso, todas as fotos dos passeios românticos entre o casal, seja na casa de praia da cantora (onde rolaram os primeiros registros) ou em Roma, foram tiradas pela mesma agência de notícias, que tratou de espalhar as imagens pela mídia mundial. Os fãs que creem nesta teoria se perguntam como uma mesma agência teria conseguido tantos “furos” – se é que podem ser chamados de furos, já que, ao menos nos passeios recentes, Tom e Taylor foram vistos em locais bastante públicos, até mesmo em pontos turísticos. Além do mais, todas as fotos extremamente fofas capturadas do casal (inclusive, com os dois usando roupas parecidas) podem ter sido dirigidas para a filmagem. Ou seja, tudo fake. Para completar, Taylor quer emplacar um single de sucesso, depois da febre que foi o álbum 1989, que alavancou a sua carreira no mundo pop.

      Tom usando uma camisa com as iniciais da amada, o que levantou suspeitas. Muito amor pra pouco tempo ou só figurino do novo clipe? (Foto: Buzzfeed)

      Mas antes que você deixe de acreditar para sempre no amor, a gente adianta que (apesar de fantástica) essa teoria não tem nenhuma comprovação real. O único fato é que Taylor está aproveitando suas férias com o namorado a tiracolo. Se é fake ou não, só o tempo dirá.

      Mas tem outras teorias conspiratórias que não se encerram com o tempo, e ficam anos e anos vagando no imaginário dos fãs. Algumas são instigantes, como esta de Taylor e Tom, e outras são tão absurdas que poderiam ser até folhetim de filme trash. Selecionamos algumas delas pra você, vem ver:

      1. Elvis não morreu. Nem Michael Jackson.

      Pode ser um sósia ou até envelhecimento por Photoshop, mas especula-se que Elvis não estaria apenas vivo, como também passando uma temporada na Argentina

      “Elvis não morreu” é tão clássico que virou até expressão. Mas a verdade é que as teorias sobre a morte do rei do rock ser falsa começaram a existir  imediatamente após a sua morte, em 1977, por overdose de remédios. Segundo teorias, Elvis Presley estaria cansado de sua fama e da vida sem privacidade e forjou a sua própria morte, tratando de que ela fosse anunciada e confirmada publicamente como sendo por overdose. Alguns fãs alegam terem visto Elvis andando tranquilamente por aí – só não dá para saber se é o Elvis mesmo ou só um dos seus milhares de sósias espalhados pelo mundo.

      Tá achando que é brincadeira? Existe até um grupo de fãs que acredita e confirma essa teoria. Eles se reúnem constantemente nos EUA, sempre colhendo imagens e buscando provas de que o Rei está vivo. Sério. Para saber mais, acesse o site da Elvis Sighting Societies.

      Foi essa a primeira grande teoria da conspiração sobre a morte de um ídolo da música. Outra teoria semelhante, mas recente, é sobre a morte de outro Rei, o do pop. Micheal Jackson também teria forjado a própria morte para se afastar de vez do showbizz. A morte repentina pouco tempo antes de o cantor começar uma turnê mundial tão gigante que merecia entrar para o livro dos recordes seria uma estratégia para que o astro morresse quando estivesse na mira dos holofotes, o que aumentaria o valor de seus espólios e safaria o cantor de pagar uma imensa dívida em vida – vale lembrar que poucos anos antes ,a famosa “Neverland” foi vendida para pagar uma dívida milionária de hipoteca. Além disso, a imagem do cantor já estaria desgastada após as denúncias de abuso contra crianças. Se você quiser saber mais sobre a teoria, é só fazer uma busca rápida no Google: tem site que mostra até 140 razões que comprovariam que Michael não morreu.

      2. Mas Avril Lavigne e Anitta morreram sim. E foram substituídas.

      Uma lenda que surgiu nos anos de febre dos blogs até hoje diverte os fãs de Avril Lavigne. Algumas pessoas acreditam piamente que a cantora morreu e foi substituída. É isso mesmo. E tudo porque Avril teria mudado drasticamente seu estilo, seu rosto e até a música da cantora mudou, indo do pop-rock e cantando sobre skatistas até chegar ao pop-colorido com batidas eletrônicas. Os invejosos dirão que é montagem, repaginada no visual, plástica no nariz e até jogada de marketing para agregar um novo público.

      Tem gente tão preocupada com a suposta morte de Avril que faz questão de deixar claro que ela não morreu - mesmo que ela nunca tenha morrido de fato (?)

      E tem até versão brasileira desta teoria, com a musa do pop nacional, Anitta. A cantora também teria morrido e foi substituída por uma sósia com nariz diferente, cabelo diferente e até uma voz diferente. A causa da morte? Ela não teria suportado o peso da fama nos primeiros meses de carreira, e teria cometido suicídio. Parece macabro (talvez seja um pouco mesmo), mas as evidências são tão hilárias que não dá para não se interessar pela teoria. Saiba mais no blog oficial deste verdadeiro trabalho investigativo.

      Anitta: mudança no nariz seria uma grande evidência

      Tá achando pouco? Pois tem gente especulando que Miley Cyrus, Demi Lovato e até Kelly Key também já morreram. Bizarro.

      3. Filho de Louis Tomlinson (One Direction) com Briana não existe

      Apesar das fotos apaixonadas (e apaixonantes) do papai Loius com seu bebê se espalharem pela internet, tem fã que jura de pés juntos que o bebê é falso. Assim como no caso de Taylor e Tom, os paparazzi foram os primeiros a flagrar enquanto os dois ainda saíam. O grande furo do jornal The Sun sobre a gravidez da modelo, com riqueza de detalhes na matéria, despertou a desconfiança da veracidade daquela história. As directioners que espalharam a teoria apontam várias fotos que “comprovariam” que o bebê, na verdade, é de uma produtora do One Direction que ficou grávida na mesma época, e não de Louis. Segundo a teoria, o casal teria usado photoshop e até um boneco para encenar as fotos com o filho. A modelo Briana se sentiu tão incomodada com os boatos de que seu filho seria falso que chegou a comentar no perfil da MTV afirmando que tudo isso era muita crueldade.

      Exageros à parte, você compraria alguma dessas teorias?