Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Saiba mais sobre Stratocaster, Telecaster, Jaguar e Jazzmaster

      10 de agosto de 2009 11:20 Por Cássio Lignani

      Mito formado entre músicos e alimentado de geração em geração, a Fender já tem seu lugar cativo entre os guitarristas e ainda consegue manter seu forte apelo entre os iniciantes. Isso não poderia ser diferente ao se considerar uma marca que foi abraçada e imortalizada por guitarristas como Jimi Hendrix, Stevie Ray Vaughan, Eric Clapton, Keith Richards e Muddy Waters.

      Fender Jaguar em exposição

      Fender Jaguar em exposição

      Fundada por Leo Fender no final da década de 1940 – posteriormente vendida à CBS em 1965 – , a Fender foi a primeira fábrica a viabilizar a produção comercial de uma guitarra elétrica em larga-escala. Foi assim que surgiu a Nocaster – também chamada Broadcaster – que originou a primeira grande guitarra da Fender em 1951: a Telecaster.

      Não bastasse isso, a Fender também criou o Precision Bass – o primeiro baixo elétrico do mundo – tornando mais acessível o power-trio, a pedra fundamental de uma banda e sua combinação clássica: guitarra, baixo e bateria. A portabilidade e acessibilidade dessas duas criações Fender revolucionaram e democratizaram o cenário musical, que na época era dominado pelas big bands.

      Em 1954, três anos depois do início da produção da Telecaster, foi lançada a Stratocaster, que se tornou a guitarra mais popular e reconhecida mundialmente.  Esses dois modelos consagraram a marca e, anos depois, com o lançamento da Jaguar e da Jazzmaster, formaram o que a fábrica Fender designa como “The Big Four” ou “As Quatro Grandes” guitarras da marca.

      STRATOCASTER – 1954

      Fender Stratocaster

      Fender Stratocaster

      Anderson Silva, músico e vendedor especializado em guitarras, caracteriza a Stratocaster como uma guitarra superversátil para tocar inúmeros estilos; do pop até o metal. Com três captadores single coil e uma chave seletora de cinco posições, a Strato é um instrumento que oferece uma gama variada de timbres. Apesar de as primeiras guitarras Stratocaster terem sido lançadas na década de 1950, “ela ainda tem uma pegada muito confortável no braço e o design moderno”, diz Anderson Silva.

      “Entre os guitarristas mais conhecidos que usaram e usam a Stratocaster, temos o antológico Steve Ray Vaughan, bluesman com uma pegada muito forte e mais pesada; Jimi Hendrix, com uma pegada mais leve, Buddy Guy, outro bluesman com uma pegada mais melódica e que até hoje usa a Stratocaster”, destaca o músico.

      Apesar de ser a escolha de figuras já consagradas, a Fender Stratocaster não é a guitarra mais cara nem a que tem o melhor acabamento. A posição ocupada hoje pela Fender tem relação não só ao apuro técnico, mas também à sua história e ao fato de ter sido a primeira fábrica a produzir guitarras em larga escala.

      Anderson Silva ressalta que “por mais que haja outras marcas mais caras e com melhor acabamento, a Stratocaster tem seu apelo e seu lugar; é uma guitarra que cativa também por sua história”.

      Não é por acaso que muitos fendermaníacos prefiram os modelos mais antigos. Como qualquer marca, a Fender moderniza suas guitarras e seus equipamentos, mas é comum que as Fender antigas sejam as mais procuradas. Nos Estados Unidos, há lojas que só vendem relíquias, muitas a preços impressionantes.

      Segundo o Anderson Silva, o timbre estalado da Fender é o que todo mundo procura; “um som mais brilhante, menos opaco”. “Quem é fendermaníaco gosta do captador vintage, com uma característica de som mais aberto e mais estalado”, finaliza.

      TELECASTER – 1951

      Fender Telecaster

      Fender Telecaster

      A Telecaster é a guitarra mais antiga da Fender e pode ser considerada a primeira experiência para se chegar à Stratocaster. Com dois captadores single coil, um a menos que a Strato, e uma chave seletora de três posições, a Telecaster tem uma característica de som mais “magro” e um campo de timbres mais limitado, além de um design de braço e corpo diferenciado.

      “A Tele desde sempre foi usada no estilo country, mas é uma guitarra muito bacana para tocar outros estilos também. Dois nomes antológicos que sempre usaram uma são Keith Richards e Muddy Waters“, destaca Anderson Silva.  “Keith, do Rolling Stones, conseguiu achar na Tele o timbre para fazer rock ‘n’ roll; e Muddy Waters conseguiu achar o timbre que ele queria para fazer blues”, completa.

      A Telecaster mais conceituada é de 1952. “Na Tele 52, o captador grave do braço tem uma característica de som mais aveludado e o captador agudo da ponte chega a ser mais agudo que o captador das Stratocaster. É uma guitarra que foi imortalizada e até hoje é vendida. Ela tem seu lugar, suas aplicações”, diz o músico.

      JAGUAR – 1962

      Fender Jaguar

      Fender Jaguar

      A Jaguar é uma guitarra que tem no design seu maior apelo. Apesar de ter apenas dois captadores, a madeira mais densa e pesada utilizada na construção do corpo amplia a variação de timbres desse instrumento.

      “Muitos músicos achavam que ela teria características de timbre mais agudo e mais limitado, mas quando tocavam a Jaguar, percebiam que ela tinha uma característica de timbre mais grave e bem diferente devido à madeira que é usada, mais densa e pesada. É uma guitarra que ficou muito inserida no surf music, talvez por seu design”, diz Anderson Silva.

      JAZZMASTER – 1958

      Fender "Sonic Youth" Jazzmaster

      Fender "Sonic Youth" Jazzmaster

      A Fender Jazzmaster é para a Jaguar o que a Telecaster é para a Stratocaster. Segundo Anderson Silva, essa guitarra mantém o timbre “mais estalado”, um som mais “magro” com dois captadores single coil e um design próximo da Jaguar.

      “A Jazzmaster não é uma guitarra muito conhecida no meio dos guitarristas e tem pouco apelo. O corpo lembra a Jaguar e a parte de trás da guitarra lembra um pouco a a Telecaster também. É uma Fender, mas não é muito comercial.”, diz o músico.

      A Jazzmaster tem presença marcante no cenário indie. Entre grupos que usam esse modelo, estão o Sonic Youth, Dinosaur Jr e Yo La Tengo.

      Comente à vontade, mas pegue leve com os palavrões e/ou ofensas senão seu comentário pode ser editado ou deletado. =)