Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Miley Cyrus no Brasil: Relembre as músicas que marcaram sua carreira

      13 de maio de 2011 9:49 Por Fabiana Duffles

      Um pouco da história

      Miley começou a se interessar por teatro e música ainda criança

      Nascida Destiny Hope Cyrus, no dia 23 de novembro de 1992, em Nashville, nos Estados Unidos, a cantora e atriz conhecida como Miley Cyrus iniciou cedo a carreira artística.

      Filha do cantor de música country Billy Ray Cyrus e de Letícia Cyrus, Miley começou a se interessar pelo mundo do entretenimento ainda criança. Recebeu suas primeiras aulas de teatro quando tinha apenas nove anos, na escola Armstrong Acting Studio, no Canadá.

      Aos 12 anos, participou de uma audição para o papel da melhor amiga de uma pop star adolescente em um seriado da emissora Disney Channel. Após uma bateria de testes, Miley conquistou a simpatia dos produtores e foi escolhida para o papel principal, atuando ao lado de seu pai, na série Hannah Montana.

      Entre os anos de 2006 e 2011, ela foi ao ar com a personagem Miley Stewart, papel que a tornou conhecida entre o público infanto-juvenil. Apesar de o fim da quarta e última temporada ter ido ao ar em janeiro deste ano, as reprises da série continuam na programação da emissora e atingem grandes marcas de audiência.

      O sucesso surgiu após o seriado Hannah Montana

      Com o sucesso de seu papel nas telinhas, a entrada para o mundo da música foi inevitável.  A artista teen lançou diversos álbuns de trilhas sonoras e remixes da série, assinando como Hannah Montana, além de três álbuns de estúdio em carreira solo, já carregando o nome Miley Cyrus. A cantora também lançou remixes de sua carreira solo, um disco ao vivo e um EP.

      Miley ainda conta em seu currículo com pequenos papéis em filmes e outros seriados, além de ser a protagonista dos longas-metragens “Hannah Montana & Miley Cyrus Show: O Melhor dos Dois Mundos”, de 2008,  “Hannah Montana: O Filme”, de 2009, e “A Última Música”, de 2010.

      A cantora vem ao Brasil pela primeira vez para duas apresentações da turnê “Gipsy Heart”. Ela sobe aos palcos no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, dia 13 de maio, e em São Paulo, no dia 14.

      Nas páginas a seguir, prepare-se para os shows relembrando algumas músicas e vídeos que marcaram a sua carreira.

      Best Of Both Worlds

      Lançada como single do primeiro álbum de trilhas sonoras da série Hannah Montana, “Best Of Both Worlds” ganhou também uma versão remix durante a terceira temporada do programa e uma versão ao vivo no filme “Hannah Montana & Miley Cyrus Show: O Melhor Dos Dois Mundos”.

      A música é uma referência à vida dupla vivida por sua personagem, Miley Stweart/Hannah Montana.

      See You Again

      Composta por Miley Cyrus, Antonina Armato e Tim James,  a música “See You Again” integra o primeiro álbum de estúdio da cantora, “Meet Miley Cyrus”, lançado em 2007.

      Este foi, também, o primeiro single oficial lançado internacionalmente sem estar diretamente relacionado à série de televisão Hannah Montana.

      Start All Over

      Start All Over” foi lançada como segundo e último single do primeiro álbum de Miley Cyrus, “Meet Miley Cyrus”.

      A faixa, escrita pela cantora Fefe Dobson, não atingiu grandes marcas comerciais se comparada ao single anterior, “See You Again”.

      Apesar do baixo desempenho, a canção ganhou um clipe bem produzido, que conquistou os fãs. O vídeo foi dirigido por Marc Webb e estreou em dezembro de 2007.

      7 Things

      Lançada como o primeiro single do segundo álbum de sua carreira como Miley Cyrus, a faixa “7 Things” estreou oficialmente em maio de 2008, apenas um mês antes do lançamento do disco “Breakout”.

      Escrita por Miley em parceria com Antonina Armato e Tim James, a música descreve sete coisas que as garotas odeiam em seus namorados, o que culminou em boatos de que a faixa seria dedicada a Nick Jonas, com quem a artista teve um relacionamento de indas e vindas.

      Fly On The Wall

      Fly On The Wall” é o segundo e último single do álbum “Breakout”, lançado por Miley em 2008.

      A faixa recebeu um clipe gravado em novembro do mesmo ano e dirigido por Philip Aldeman. No vídeo, após sair do cinema, a cantora foge do assédio da imprensa. A produção faz claras referências ao clipe de “Thriller”, de Michael Jackson.

      Além de ser a segunda faixa de trabalho de “Breakout”, a canção também integra a trilha sonora do filme “A Montanha Enfeitiçada” (Race To Witch Mountain, 2009).

      The Climb

      “The Climb” é parte da trilha sonora do filme “Hannah Montana: O Filme”, lançado em 2009, e foi divulgada com o primeiro e principal single do longa-metragem.

      O vídeo foi dirigido por Matthew Rolston e mistura cenas do filme com imagens de Miley caminhando sozinha por uma estrada.

      Party In The U.S.A

      Lançada como o primeiro single do EP “The Time Of Our Lives”, a canção “Party In The U.S.A” marca uma nova fase na carreira de Miley.

      O clipe, que iniciou um processo de mudança da imagem da cantora para uma versão mais adulta, foi um dos vídeos mais vistos no YouTube.

      Co-escrita pela cantora Jessie J, a letra da música é considerada pelos fãs norte-americanos como um hino aos Estados Unidos, além de prestar uma homenagem à artistas como Jay-Z e Britney Spears.

      When I Look At You

      A faixa “When I Look At You” foi lançada como o segundo e último single internacional do EP “The Time Of Our Lives”, de 2009.

      A canção, uma balada tocada ao piano, integra a trilha sonora do filme “A Última Música” (“The Last Song”, 2010), e também foi divulgada em uma versão remix com a parceria do cantor espanhol David Bisbal.

      O vídeo que ilustra o single foi dirigido por Adam Shankman e mistura cenas do longa-metragem à diversas locações na Savannah, nos Estados Unidos.

      O então namorado da cantora, o ator Liam Hemsworth, que interpretou Will Blakelee no filme, participa do vídeo.

      Can’t Be Tamed

      Can’t Be Tamed“, lançada em abril de 2010, é a faixa que dá título ao terceiro álbum de estúdio de Miley Cyrus, tendo sido lançada como primeiro single desse novo trabalho.

      A faixa ganhou clipe um mês após estrear nas rádios e surpreendeu pelo clima sombrio, muito diferente dos demais vídeos da cantora.

      Fica claro que “Can’t Be Tamed” é um desabafo pessoal de Miley sobre os problemas da fama e o assédio da imprensa.

      Every Rose Has It’s Thorn

      Lançada em 1988 pelo grupo Poison, “Every Rose Has It’s Thorn” foi regravada por Miley para seu terceiro álbum, “Can’t Be Tamed”.

      A cantora recebeu a benção do líder da banda de hard rock, Bret Michaels, que participou dos vocais da nova versão e chegou a se apresentar ao lado de Miley.

      Bad Reputation / Cherry Bomb / I Hate Myself For Loving You

      Em abril deste ano, Miley Cyrus e Joan Jett surpreenderam o público do programa da apresentadora norte-americana Oprah Winfrey ao dividerem os vocais em canções clássicas do grupo The Runaways e da cantora punk.

      Miley já havia apresentado o cover durante o Rock in Rio em Lisboa, em 2010. As versões agradaram tanto que foram incluídas na lista de músicas de sua nova turnê, “Gipsy Heart”.

      Durante o programa, a cantora teen declarou que o álbum “I Love Rock N’ Roll”, gravado por Joan Jett em 1981, é uma grande fonte de inspiração para seus trabalhos.