Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Descubra o que há por trás do “Gangnam Style”, hit mundial do momento

      18 de setembro de 2012 17:45 Por Gustavo Morais

      Muito antes da popularização da internet, os memes já existiam. Estas sensações artísticas momentâneas mal caem nas graças do povo e já são substituídas. Para situar o amigo leitor, entre os brasileiros mais famosos do gênero, podemos citar o andarilho João da Praia e o duo Para Nossa Alegria. Durante os anos 80, o primeiro fez um meteórico sucesso com o “melô da vaca” (“aonde a vaca vai, o boi vai atrás”). Já os irmãos que formam a dupla, por sua vez, tiveram o seu mote (“para a noooooooooossa alegria”) ecoado pelos quatro cantos do país durante alguns dias de 2012.

      ‘O tempo passa… O tempo voa’ (Ops! Releve o meme incidental, nobre leitor) e os memes continuam entrando e saindo de nossos cotidianos. A bola da vez é o “Gangnam Style“, um hit mundial, que ultrapassa o número de 200 milhões de visualizações no YouTube. Importada da Coreia do Sul, a nova música favorita do planeta em todos os tempos e da última semana (parafraseando os Titãs), tem feito diversas personalidades reproduzirem a coreografia do cavalo invisível criada pelo cantor PSY, que já é famoso no ocidente. A lista de imitadores é infinita, porém, entre os destaques estão o grupo britânico The Wanted, a cantora estadunidense Britney Spears e o cantor brasileiro Latino, que tem se tornado um perito na arte de abrasileirar grandes hits internacionais.

      PSY encenando a coreografia do cavalo imaginário

      Mas a pergunta que, definitivamente, não quer calar é: “Ora essa! Mas que d!@*0$ é este tal de Gangnam Style?”. Pensando nesta questão, o Cifra Club News decidiu proporcionar ao amigo leitor a resposta para esta charada!

      Gangnam é um bairro nobre da Seul, a capital sul-coreana. Por lá, vivem as pessoas mais ricas e influentes do país. Porém, como em qualquer lugar do globo terrestre, naquelas redondezas existem aqueles que ostentam um falso poder aquisitivo. Pensando na hipocrisia destas pessoas que fingem ser o que não são, PSY fez uma crítica ao estilo de vida que de maneira mentirosa valoriza os bens materiais. Logo, “Gangnam Style” está para Seul assim como “Estilo do Morumbi” está para São Paulo; ou para qualquer outra região nobre do mundo.

      O clipe apresenta a história de um magnata, que é todo garboso e gosta de frequentar os endereços mais badalados da cidade; só que ao contrário. No momento em que ele aparenta estar na praia, na realidade, ele está brincando em um parquinho. O ‘bon vivant’ retratado no vídeo não dança em uma boate requintada, ele faz a balada em um ônibus cheio de turistas. Entre outros gestos que a aristocracia verdadeira provavelmente não cometeria, ele paquera no metrô e canta sentado no ‘trono do banheiro’, isto é, solta a voz com o traseiro apoiado em uma privada.

      Por fim e não menos importante: por mais que “Gangnam Style” tenha diversas características de um ‘meme’, este primeiro hit de K-pop no ocidente não é nada superficial. Esta música logo cairá no esquecimento, mas quem sabe o hit substituto também não consiga a façanha de nos fazer dançar com o corpo e com a mente?