Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Dia Internacional da Mulher: 5 musas inspiradoras do rock

      8 de março de 2014 12:13 Por Laiza Kertscher

      O Dia Internacional da Mulher é sempre lembrado pela luta feminina em buscar por uma sociedade sem desigualdades e preconceitos. No entanto, além de ressaltar a força e determinação das mulheres, é sempre válido lembrar das outras facetas femininas, como a beleza, a sensualidade e a capacidade de despertar inspirações. Esse ano, o Cifra Club preparou uma listagem de cinco musas inspiradoras, que ajudaram de certa forma, grandes nomes do bom e velho rock a compor canções clássicas.

      Pattie Boyd

      A bela modelo dos anos 60 talvez seja o primeiro nome que venha a cabeça de muita gente quando se pensa em musas inspiradoras do rock. Pattie foi casada durante mais de dez anos com George Harrisson e viveu um romance com o Eric Clapton, que foi um dos grandes amigos do ex-Beatle. O triângulo amoroso rendeu não apenas uma, mas diversas canções, dentre uma das mais famosas composições de Clapton, “Layla”, e uma das mais belas canções dos Beatles assinadas por Harrisson, “Something”.

      Erin Everly

      Apesar de se basear em um tumultuado romance, a história Erin Everly e Axl Rose ficou eternizada por meio da música. Foi para sua ex-esposa que o frontman do Guns N’ Roses escreveu o maior sucesso da banda: “Sweet Child O’ Mine”. A filha de Don Everly, do The Everly Brothers, também serviu de inspiração para canções como “November Rain” e “Estranged”.

      Linda McCartney

      Também conhecida por seu nome de solteira, Linda Eastman, a fotógrafa e ativista se casou com Paul McCartney no final dos anos 60. Além de passar a se dedicar a música com seu então marido, Linda serviu de inspiração para algumas das mais belas e conhecidas canções da carreira solo de Macca, como “Maybe I’m Amazed” e “No More Lonely Nights”.

      Marianne Faithfull

      A cantora e atriz ficou famosa após conhecer os Rolling Stones em meados dos anos 60, tendo se relacionado com Brian Jones, Keith Richards e por fim com Mick Jagger, com quem viveu uma tumultuada relação. Marianne serviu de inspiração para canções dos Stones como “Wild Horses” e “Can’t Always Get What You Want”. Foi escrita para ela também a canção “Carrie Ann”, dos Hollies.

      Suze Rotolo

      Não foram poucas as musas inspiradoras de Bob Dylan, mas Suze foi certamente uma das mais marcantes. A artista, que apareceu ao lado do músico na icônica capa do disco “The Freewheelin’ Bob Dylan”, de 1963, e inspirou Dylan a escreve alguma de suas músicas mais românticas como “Boots of Spanish Leather” e “Don’t Think Twice, It’s All Right”.