Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      David Bowie morre aos 69 anos, músicos relembram legado do artista

      11 de janeiro de 2016 8:07 Por Damy Coelho

      David Bowie, Iggy Pop e Lou Reed

      A semana começa com uma notícia triste no mundo da música. David Bowie, um dos poucos artistas completos e versáteis ainda vivos, morreu na madrugada desta segunda (11). O cantor lutava contra um câncer havia pouco mais de um ano.

      Bowie faleceu apenas dois dias após lançar o já elogiado álbum “Blackstar” – a data coincidiu com o aniversário de 69 anos do cantor.

      “David Bowie morreu em paz hoje cercado por sua família após uma corajosa batalha de 18 meses com câncer. Enquanto muitos de vocês vão compartilhar essa perda, nós pedimos que respeitem a privacidade da família durante o seu tempo de luto”, diz o comunicado publicado no Facebook do artista.

      Músicos lamentam a morte do cantor

      Artistas como Gene Simmons, do Kiss, lamentaram ainda na manhã desta segunda a morte de David Bowie por meio das redes sociais, e reconheceram a importância do cantor para suas trajetórias musicais. “Changes” e ‘Ziggy Stardust‘ foram as maiores influências para mim”, lia-se a nota publicada por Simmons.

      Mas a influência de David Bowie não para só na música. A sua capacidade de se reinventar a cada novo trabalho, como se sua personalidade artística fosse realmente um personagem, impressiona muitas gerações que acompanharam a carreira do cantor. Temos como exemplo David Cameron, primeiro-ministro britânico,que publicou em seu Twitter: “Eu cresci ouvindo e assistindo o gênio do pop David Bowie. Ele era um mestre da reinvenção. Uma grande perda.”

      O comediante Rick Gervais, que apresentou o Globo de Ouro na noite de ontem (10), também se manifestou: “Eu acabei de perder um herói. Descanse em paz, David Bowie”.

      Bowie foi um ícone não só para a música pop e rock, mas também era admirado por artistas de outros estilos. Kanye West, por exemplo, deu o seu recado: “David Bowie foi uma das minhas inspirações mais notáveis, tão destemido, tão criativo. Ele nos deu mágica enquanto esteve vivo”.

      Madonna se mostrou bastante emocionada com a morte do ídolo e amigo. “Estou devastada! Esse grande artista mudou a minha vida! O primeiro show que eu vi foi dele, em Detroit. Talentoso, único, gênio. Seu espírito viverá para sempre!”. Em seguida, publicou fotos ao lado do cantor.

      “So lucky to have met you!!!! Hot Tramp I love you So! #rebelheart” -Madonna

      Publicado por Madonna em Segunda, 11 de janeiro de 2016

      Já Iggy Pop foi grande amigo pessoal de David Bowie. Foi o cantor, inclusive, que reconheceu a força do trabalho de Iggy, e o ajudou a lançar seus dois primeiros álbuns, no final dos anos 70. Junto a Bowie e a Lou Reed, ex-Velvet Underground, os três foram amigos bastante próximos em meados da efervescente e criativa década de 70.

      Iggy foi um dos primeiros a se pronunciar publicamente sobre a morte do amigo. No post, lê-se “Mensagem de Iggy:  A amizade de David foi a luz na minha vida. Nunca conheci uma pessoa tão brilhante como ele. Ele foi o melhor que existiu”, finaliza.

      Outros artistas também homenagearam David Bowie. Confira abaixo:

      Rest in peace, David.

      Publicado por Foo Fighters em Segunda, 11 de janeiro de 2016

      Mas a mensagem mais emocionante, sem dúvidas, foi a do cineasta e filho de David, Duncan Jones, que confirmou a notícia da morte do pai via Twitter. O cineasta publicou uma foto de quando ele era ainda um bebê, e Bowie o segurando sorridente em seus ombros.

      Confira abaixo o clipe de “Lazarus“, o último a ser lançado pelo cantor, que estreou ainda na semana passada: