Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Phil Anselmo faz saudações nazistas e grita “white power” em show

      28 de janeiro de 2016 10:22 Por Damy Coelho

      Phil Anselmo, famoso vocalista do Pantera, foi bastante infeliz ao se despedir do público após o show que citamos aqui em homenagem a Dimebag Darrell, que foi morto a tiros no palco em 2004. Após o show, que rolou neste final de semana, o vocalista fez gestos nazistas e, enquanto um membro da equipe pedia que ele se retirasse do palco, Phill gritou “white power” (poder branco) a plenos pulmões, sendo vaiado por parte do público logo em seguida.

      Muita gente ficou sem entender o gesto preconceituoso de Phil, e o próprio decidiu se retratar. O cantor publicou um comentário no vídeo que se tornou viral nesta quarta (27), afirmando que tudo não passava de uma “piada interna”.

      “Ok pessoal, vou me responsabilizar por essa, mas p*rra, eu estava brincando, e a ‘piada interna da noite’ era porque estávamos tomando vinho branco (risos), entre todas as coisas. Alguns de vocês precisam se tornar mais casca grossa. Há vários filhos da p… para se tornarem alvos que têm um discurso mais real. Eu amo todo mundo, eu detesto todo mundo, e é isso. Sem desculpas da minha parte”, finalizou.

      Confira o vídeo abaixo:

      Porém, essa não é a primeira vez que o Pantera se vê envolvido em polêmicas sobre racismo. Em 1995, o próprio Phil Anselmo foi acusado de ter feito declarações preconceituosas no palco, discursando sobre o “poder branco”. (veja abaixo):

      Anos depois, tentou se retratar na MTV norte-americana afirmando que qualquer tipo de propaganda de ódio contra qualquer raça ou grupo de pessoas “não fazem o meu tipo”.