Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Herdeiro da cena punk vai queimar 5 milhões de libras em acervo

      23 de março de 2016 10:14 Por Damy Coelho

      Joe Corré/Reprodução

      Joe Corré é filho do ex empresário dos Sex Pistols, Malcolm McLaren, com Vivienne Westwood, a famosa designer de moda e ícone da cena punk de Nova York. Com um legado desses, não é difícil imaginar que ele tenha um acervo importantíssimo de vinis, roupas e outros itens raros que remetam ao estilo. De fato, ele tem mais de 5 milhões de libras avaliadas deste acervo. E tudo isso será queimado.

      Trata-se de uma honesta atitude punk. Joe tomou a decisão ousada em protesto a uma série de eventos bancados pelo estado britânico para homenagear os 40 anos do punk. Detalhe: os eventos serão patrocinados por grandes empresas da Inglaterra. Joe pensa que isso vai totalmente contra ao discurso que o punk prega, de liberdade e ruptura com as ideias básicas de mercado de consumo.

      “O fato de a Rainha ter abençoado a ideia de 2016 ser o Ano do Punk é simplesmente a coisa mais assustadora que eu já ouvi na minha vida”, disse Joe. “É um grande exemplo de que o punk e a cultura alternativa estão sofrendo apropriação por parte do mainstream. Em vez de um movimento em prol da mudança, o punk se tornou uma porra de peça de museu”, afirmou, segundo a revista Rolling Stone.

      Joe anunciou que as peças serão queimadas no dia 23 de novembro em Camden, distrito considerado o berço do punk. A data é icônica por justamente ter dado o pontapé na cena punk britânica – foi o dia do lançamento do single” Anarchy In The U.K”, dos Sex Pistols.

      O designer de moda ainda afirmou que “as pessoas deixaram de lutar por aquilo que acreditam”. Com o protesto, ele quer mostrar que sua luta ainda não acabou.