Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      ‘Não é censura,é direito’, diz Chico sobre desautorizar uso de músicas

      26 de março de 2016 9:35 Por Damy Coelho

      Texto foi publicado após polêmica entre Chico e Botelho (Foto: Reprodução)

      A assessoria de Chico Buarque publicou uma nota no Facebook na última quinta (24), se pronunciando publicamente sobre a desautorização do uso das músicas do artista. O texto aponta que este ato se trata de “legítimo direito” e não de “censura”.

      A explicação foi dada depois que Chico anunciou que não vai mais permitir que suas músicas sejam usadas nos espetáculos do ator e diretor Cláudio Botelho. Na última semana, Cláudio apresentou a peça “Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 minutos” em Belo Horizonte e, após uma improvisação em que se referia à presidente Dilma como “ladra”, a plateia reagiu, gritando “não vai ter golpe”. Boa parte do público pediu o reembolso do ingresso e a peça foi cancelada.

      Cláudio Botelho chamou a atitude da plateia de “censura”, o que deixou muita gente revoltada, inclusive o próprio Chico. Recentemente o músico e escritor foi bastante questionado sobre a proibição ter sido um ato de censura. “Qualquer pessoa tem o direito de defender opiniões políticas antagônicas às de Chico Buarque, assim como ele tem o direito de impedir que estas ideias sejam associadas às suas canções. Foi seguindo este princípio que, durante o governo Médici, o artista protestou contra a utilização de “A Banda” como fundo musical de uma propaganda do Exército”, diz o texto.

      Confira a íntegra abaixo:

      NOTA:Esta mensagem para aqueles que tentam classificar de censura o legtimo direito, amparado por lei, de um…

      Publicado por Chico Buarque em Quinta, 24 de março de 2016