Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Tico Santa Cruz é retirado de avião pela Polícia Federal

      13 de abril de 2016 17:25 Por Gustavo Morais

      O cantor Tico Santa Cruz, vocalista da banda Detonautas, se envolveu em uma confusão durante um embarque da Gol, nesta quarta-feira (13). Depois de discutir com funcionários da companhia aérea e com outros passageiros, Tico foi convidado a se retirar do voo G3 1130 pela Polícia Federal.

      Tico estava indo de São Paulo para Maringá (PR), para fazer um trabalho voluntário e dar palestra em uma faculdade, e acabou embarcando com atraso. O artista alega ter sido desrespeitado no direito de ocupar um assento vazio depois de as portas da aeronave fecharem para a decolagem.

      Em vídeos publicados nas redes sociais, Tico aparece argumentando com uma comissária de bordo e querendo pagar pela compra do assento.

      Em suia defesa, Tico alega que o episódio se deu por intransigência da Gol. Em um vídeo divulgado no YouTube, o artista diz ter esperado a “madrugada inteira” para comprar um assento conforto na aeronave, mas não obteve sucesso. Tico também afirma ter se dirigido à cadeira especial, vazia, somente após o fechamento das portas e o embarque de todos os passageiros.

      Em nota oficial, a Gol comentou o incidente:

      “Durante a manhã de hoje, ​um cliente da companhia, ​o cantor Tico Santa Cruz​, trocou seu lugar de origem e ocupou um desses assentos, após a finalização do embarque. A tripulação do voo orientou o passageiro e pediu que retornasse ao seu ​lugar, já que não havia adquirido esse produto. ​A recusa do cliente​ gerou atraso na decolagem do voo​ e ​necessidade de ​acionamento da Polícia Federal. A companhia reforça que não faz distinção entre passageiros e ​pratica as mesmas normas ​​para todos os clientes. A GOL lamenta o desconforto, alheio a sua vontade, causado aos ​demais clientes​.”