Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Led Zeppelin vence julgamento sobre acusações de plágio

      23 de junho de 2016 16:00 Por Damy Coelho e Gustavo Morais

      Após uma semana de deliberações, a justiça da Califórina decidiu em favor do Led Zeppelin o processo que corria há mais de uma década sobre uma disputa envolvendo a autoria da música “Stairway To Heaven”. O Led foi acusado de se apropriar de um trecho da música “Taurus”, da banda Spirit, para escrever a intrudução daquele que acbou virando um dos grandes hits de sua carreira.

      No julgamento, o júri ouviu os depoimentos dos ex-membros do Led Zeppelin; e de Michael Skidmore; represente do ex-líder do Spirit, Randy Califórnia, que exigiu em seu processo de reescrita da história Rock N Roll. O júri também ouviu um ex-integrante do Spirit, musicólogos e de peritos. Ficou decidido que apesar de Page e Plant terem tido acesso à faixa “Taurus” antes de compor “Stairway To Heaven”, as similaridades entre as duas não eram suficientes para caracterizar plágio.

      Após a decisão, em comunicado oficial, os ex-integrantes do Led manifestaram suas opiniões sobre o desfecho do caso.
      “Estamos gratos pelo bom senso que o júri teve ao decidir em nosso favor, respondendo as perguntas sobre as origens de Stairway to Heaven e confirmando o que já sabemos há 45 anos “, disseram. “Agradecemos o apoio dos nossos fãs, e estamos ansiosos para colocar esta questão no passado”, finalizaram.

      Relembre o caso

      O processo foi iniciado por Michael Skidmore, que representa o autor da canção “Taurus”, de 1967, da banda Spirit, lançada quatro anos antes do hit de Led Zeppelin. O autor de “Taurus”, o guitarrista e líder da Spirit, Randy Califórnia, morreu em 1997 e está representado pelo próprio Skidmore.

      O autor do processo ainda afirma que o Led Zeppelin fez uma turnê com o Spirit em 1968 e que Jimmy pode ter se inspirado na canção da banda para compor o solo inicial de “Stairway to Heaven” – justamente a parte que Skidmore acusa ser plágio. Em resposta, Page e Plant afirmaram que Randy era compositor por encomenda – logo, que não podia reivindicar direitos autorais. Além disso, os dois músicos concluíram que a progressão de acordes era “tão clichê que não merecia tanta proteção”.

      O julgamento seguiu até o último dia 14. Desde então, o processo já rendeu situações, no mínimo, curiosas. Jimmy Page e Robert Plant já precisaram ouvir calados que o Led Zeppelin “se tornou especialista em desconstruir covers”, se apropriando de canções alheias. Para tentar provar o plágio, a acusação tocou as duas músicas para o júri, simultaneamente, além de mostrar vídeos ao vivo das duas bandas executando suas respectivas canções, para mostrar a similaridade dos acordes usados. Page e Plant acompanharam tudo calados, volta e meia levantando os olhos para analisar as reações do júri, segundo a agência de notícias AP.

      “Esta foi uma canção que Randy California escreveu para o amor de sua vida, Robin. Esse era o seu signo, Taurus [touro],” disse o advogado da acusação. “Ninguém poderia saber que ela iria cair nas mãos de Jimmy Page e tornar-se a introdução de ‘Stairway to Heaven’, concluiu.