Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      MTV dos EUA afirma que o One Direction ‘nunca vai voltar’

      2 de agosto de 2016 12:11 Por Damy Coelho

      O site da MTV norte-americana publicou uma matéria um tanto polêmica nesta semana sobre o One Direction. A reportagem toca na principal ferida dos fãs: será que a boyband volta depois do “hiato” anunciado em 2015? De cara, o título já provoca: “Nós precisamos aceitar que o One Direction nunca, nunca, nunca mais vai voltar” – o título faz um trocadilho com o hit “We Are Never Ever Getting Back Together“, de Taylor Swift. Não é preciso nem dizer que a matéria anda dando o que falar…

      Título da polêmica matéria sobre o 1D (Foto: Repodução)

      Veja a homenagem do Cifra Club News aos 6 anos do One Direction

      Reproduzindo o sentimentos dos fãs, a matéria fala do sentimento de todos ao descobrirem que a banda entraria em hiato.  “Os rapazes juraram que voltariam. Eles disseram que tinham projetos para trabalhar, vidas pessoais para viver e sonhos para perseguir, e que precisavam fazer essas coisas fora da boyband. Nós optamos por acreditar neles por amor. Tuitamos, nos reunimos e derramamos nossas lágrimas, ainda que essas pausas tendam a anunciar separações. Nós sabemos disso. No fundo, sempre soubemos”.

      A matéria ainda aponta o investimento de Liam Payne na carreira solo como o estopim para que os fãs deixem de acreditar em um retorno. Liam precisou quebrar o contrato com a Sony Music para se dedicar à carreira de cantor em outra gravadora, o que despertou a fúria de Simon Cowell, mentor da banda. Assim que Liam anunciou sua carreira solo, o jurado do X Factor tuitou o seguinte:“O ponto alto sobre eles – bem, não sobre todos, mas a maioria deles – é que são incrivelmente leais. Niall, Harry, Louis… são maravilhosos”. Como dá pra notar, Liam ficou de fora da lista. O tuíte também não cita Zayn, que já vem colhendo frutos com sua carreira solo, bem longe do 1D.

      Já sabe, né? Se tem polêmica, tem enquete no Cifra Club News. Então, vamos lá: