Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Led Zeppelin perde reembolso de U$600 mil por processo de plágio

      9 de agosto de 2016 12:24 Por Damy Coelho

      Robert Plant e Jimmy Page (Foto: Reprodução)

      O Led Zeppelin não vai recuperar os mais de U$600 mil que a banda teve de gastos legais com o processo que a acusou de plágio. A banda entrou com um recurso para pedir à justiça um reembolso desse valor, já que foi comprovado que Jimmy Page e e Robert Plant não plagiaram a introdução do clássico “Stairway To Heaven“. Porém, o pedido foi negado pela justiça de Los Angeles na manhã desta terça (9).

      Relembre o caso

      Logo após o fim do processo, a gravadora Warner solicitou o reembolso desses gastos, afirmando que o advogado de acusação foi “frívolo” e quis “tirar vantagem” do patrimônio da banda. O advogado que representou a banda Taurus é experiente em casos famosos de plágio e seu comportamento é realmente controverso. Francis Malofiy já chegou a perder a licença temporariamente por causa de sua postura no tribunal, quando representou um cantor que acusava Usher de plágio (relembre). E isso aconteceu logo depois que a justiça deu a vitória do caso ao Led Zeppelin.

      O pedido foi recusado por um juiz de Los Angeles. O juiz afirmou que não há provas de que a acusação e seus representantes agiram com má fé. Com isso, a banda perde o direito do reembolso – mas ainda pode dizer que o clássico “Stairway To Heaven” é totalmente original – no que for depender da Justiça.

      A acusação está recorrendo da decisão, afirmando que há muitas provas que afirmam a existência de um plágio. Ouça a comparação das introduções da música “Spirit“, do Taurus, com “Stairway To Heaven“: