Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Caetano Veloso defende legalização da maconha em vídeo, assista

      9 de março de 2017 10:49 Por Damy Coelho

      Caetano Veloso: debate sobre a legalização da maconha (Foto: Reprodução/Instagram)

      Paula Lavigne, produtora e esposa de Caetano Veloso, publicou um vídeo nesta semana que deu o que falar. Nele, Paula passeia com um amigo no Uruguai, enquanto fuma um cigarro de maconha. “Estamos aqui na rua, em Montevidéu, com um baseado na mão, superlegalizado, sem problema nenhum, coisa que a gente tem que fazer no Brasil”, disse.

      Após receber diversas críticas, a produtora optou por levantar o debate sobre o tema. Paula compartilhou um outro vídeo em seu Instagram, desta vez, com a palavra de Caetano. No vídeo, o artista também defende a legalização da maconha.

      O cantor deixa claro que não é usuário. “Deus me livre, tenho horror a maconha. A sensação que me provoca é péssima. Experimentei nos anos 60, mas odiei, detestei. Mas, eu sou a favor da liberação e da legalização da maconha”, disse o cantor. Em seguida, Caetano enfatiza que defende a legalização não só da maconha, mas “de todas as drogas”.

      “Eu sou, porque legalizado com imposto, é melhor. Isso precisa de um amadurecimento da sociedade, eu até entendo”, afirmou. Paula, que também aparece no vídeo, acrescenta: ”Mas tem que tirar a maconha da lista das drogas pesadas”, opina.

      O cantor concorda, e enfatiza: “o álcool é muito mais perigoso que a maconha”.

      Paula Lavigne publicou o vídeo com a seguinte legenda: “Caetano não bebe, não fuma, não usa droga nenhuma e é mais radical que eu quanto a liberação das drogas! Espero que a gente possa ter uma discussão de nível, ninguém precisa concordar com ninguém, e as redes sociais deveriam ser usadas para elevar o nível da conversa e não baixar. Vamos tentar?”.

      Veja abaixo:

      Em outro post, Paula Lavigne esclareceu:  ”Não estou mandando ninguém fumar maconha e, sim, militando pela descriminalização dessa. Alguém vai ter coragem de dizer que ó álcool devia ser proibido? Qual o valor medicinal do álcool? Muitos países já viram o potencial medicinal da maconha e no Brasil a pessoa ainda é detida pela polícia se estiver usando maconha. É crime! Álcool vicia muito mais e no Brasil até menores bebem, não há controle! O nome disso é hipocrisia”, escreveu.