Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Guitarrista do Bad Religion fala sobre Vittar ter usado blusa da banda

      19 de setembro de 2017 8:37 Por Damy Coelho

      (Foto: Mayra Dias Gomes/Reprodução Facebook)

      Pabllo Vittar nem estava cotada para o Rock In Rio, mas foi só subir no palco como convidada especial da Fergie para tombar o festival de uma vez.

      Mas foi nos bastidores que um detalhe chamou a atenção de fãs do Bad Religion: a cantora estava usando uma camisa da banda durante uma entrevista para o Multishow, logo depois de sua apresentação.

      Greg Hetson, que foi guitarrista da banda até 2013, conversou com a repórter e escritora Mayra Dias Gomes Shivers sobre o assunto. Para ele, o fato de Vittar ter usado uma camisa da banda numa transmissão ao vivo é simbólica:

       É ótimo que o Brasil aceite uma drag queen e mais que isso, que o punk seja aceito e reverenciado.

      Para Mayra, a resposta do músico não surpreendeu. Pelo contrário. “O punk sempre foi subversão, sempre foi uma afronta ao sistema, sobre fazer o que você tem vontade, e as drag queen representam essa ideologia perfeitamente. As drag queens sempre fizeram parte da cena punk, da cena em Nova York no Max’s Kansas City. Pense em Jane County ou nos  New York Dolls… eles inspiravam o visual nas drag queens.”, completa.

      Se a ideologia punk prega a luta contra um sistema opressor e retrógado, é realmente especial ter uma figura que represente uma minoria como o movimento LGBT ajudando a carregar a bandeira desse movimento. Sinal de outros tempos – ou mais uma prova de que o punk ultrapassa gerações e sempre se renova.


      LEIA MAIS:

      + O pedido dos fãs de Lady Gaga pelo show da Anitta no RiR é simbólico

      + A ascensão (já esperada) de Pabllo Vittar

      + SETEMBRO AMARELO: O transtorno de ansiedade entre músicos famosos