Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Vereador do Paraná ameaça prender Pabllo Vittar

      18 de outubro de 2017 10:30 Por Damy Coelho

      Pabllo Vittar (Reprodução/Instagram)

      O pastor e vereador Ezequiel Bueno (PRB-PR) não gostou nada de ver que a cantora e drag queen Pabllo Vittar é uma das atrações do Munchen Fest, festival tradicional na cidade de Ponta Grossa.

      Alarmado com as notícias – já desmentidas – que Vittar e o deputado Jean Wyllys visitariam escolas do país para falar sobre identidade de gênero, o deputado mostrou repúdio à presença de Vittar, referindo-se à artista como “essa pessoa”:

      Quero lamentar por que vão trazer essa pessoa para Ponta Grossa, em uma cidade família. Em uma cidade em que brigamos no plano de educação para tirar ideologia de gênero nas escolas. Na nossa cidade somos conservadores, pais, mães e trabalhadores. Pelo amor de Deus gente, o que é isso na nossa cidade??

      Durante o discurso, Ezequiel Bueno ameaçou prender Pabllo Vittar, mesmo que fosse acusado por “abuso de autoridade”.

      Quem quiser ir assistir, pode ir. Agora, se inventarem de sair pra rua e ir nas escolas, eu vou prender. Vou prender, nem que depois eu seja preso por abuso de autoridade. Não vamos deixar isso acontecer, não vamos deixar uma pessoa dessa ir na escola e ensinar sobre diversidade sexual para as crianças. ‘Mas pastor, é só um show’. Eu não sei não. Abriu a porta, entrou e aí é complicado.

      Não satisfeito, o vereador chegou a questionar se o tradicional evento da cidade usa de recursos públicos – o que, segundo ele, seria um problema, nessa situação específica.

      Pabllo Vittar, junto com Anitta, é uma das atrações principais do Munchen Fest, que ainda conta com Henrique e Juliano e Capital Inicial. O festival acontece no dia 5 de dezembro.