Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Amy Lee está feliz por relançar ‘Bring Me To Life’ sem a parte do rap

      3 de novembro de 2017 14:21 Por Damy Coelho

      Amy Lee (Reprodução/Billboard)

      Uma das pérolas que estarão no aguardado próximo álbum do Evanescence é uma nova versão de Bring Me To Life.

      Para quem não sabe, o primeiro hit da banda, lançado em 2003, não contava com o rap do refrão – a gravação de Paul McCoy (da banda 12 Stones) foi incluída à pedido da gravadora.

      Sem maiores problemas, Amy Lee confessou a um site australiano que nunca concorda muito com a parte do rap na canção. Nada contra o estilo musical, segundo a própria cantora frisa – o problema é que o rap não parecia combinar com o trabalho da banda.

      Deus abençoe o rap. É essa parte que nos colocou nas rádios, acredito. Pelo menos de acordo com todas as regras das rádio, as quais eu não entendo ou concordo. O rap não estava em nossos planos quando começamos. Foi um compromisso de várias maneiras. Então, voltar à ideia original da música foi ótimo!

      Ouça a versão lançada há alguns meses, que fará parte do novo álbum:

      Syntesis, o primeiro álbum do Evanescence desde 2011, será lançado no dia 10 de novembro.

      Além de Bring Me To Life, o disco conta com a inédita Imperfection. A letra do single chama a atenção para a depressão e o suicídio, e a música ganhou um clipe emocionante recentemente:

      O JOGO VIROU

      Segundo o TMZ, Amy Lee vai ganhar 1 milhão de dólares de indenização da sua antiga produtora, a 110 Management Inc. A cantora denunciou a empresa pelo não repasse de comissões enquanto gerenciavam a sua carreira.

      O pagamento foi uma virada de mesa, já que a ação foi movida inicialmente pela 110 Management Inc, que queria idenizações de Amy Lee.