Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Evolução Musical: Red Hot Chili Peppers

      9 de dezembro de 2017 14:27 Por Damy Coelho

       

      É raro ver uma banda que tem um super legado e ainda é capaz de se reinventar a cada novo trabalho. Se pensarmos que poucas bandas duram mais de uma década, esses nomes realmente representativos cai ainda mais. Pois Red Hot Chili Peppers é uma dessas figuras unânimes de sucesso.

      Com mais de 30 anos de carreira (!) e uma discografia de 11 álbuns de estúdio, os californianos fecharam bem o ano de 2016, com uma indicação ao Grammy e ótimas críticas ao álbum The Getaway.

      O disco foi o segundo lançado após a saída definitiva de John Frusciante -  o ídolo e figura criativa responsável pelos riffs marcantes da banda – e, mesmo na situação delicada de perder uma figura querida dos fãs, o RHCP se reinventou novamente: The Getaway ainda tem ótimos momentos de Josh Klinghoffer, o novo guitarrista que assumiu a missão de bom substituto e caiu nas graças do público.

      Pois bem, para celebrar o sempre inventivo RHCP é a vez de relembrar a evolução musical da banda com 7 hits inesquecíveis!

      1. True Men Don’t Kill Coyotes

      A pegada nonsense do primeiro clipe do Red Hot, em 1984, deixou muita gente sem entender qual era a daqueles moleques californianos. Mesmo assim, muita gente que assistia à MTV caiu de amores pela performance animada da banda, que usava máscaras bizarras enquanto Anthony Kiedis cantava sobre “montar a cavalos pelos campos de Hollywood”.

      2. Knock Me Down

      Knock Me Down foi a segunda faixa do RHCP a atingir a parada da Billboard. Para além disso, foi marcante pela sua temática: com os versos “Se você vir que estou passando dos limites, que estou ficando muito alto, me impeça, eu não sou maior que a vida”, a música foi escrita na época da morte do guitarrista Hillel Slovak, por overdose.

      Além da dor de perder um amigo, o momento serviu de alerta para os próprios integrantes e seus abusos. O momento pesado pelo qual eles passavam acabou refletindo na obra da banda, que aqui, estava notadamente mais amadurecida.

      3. Under The Bridge

      Blood Sugar Sex Magik é incontestavelmente um dos melhores álbuns do Red Hot: a banda amadureceu seu som e assumiu de vez a pegada funk (dada especialmente pelos riffs de baixo do Flea), misturada ao som grunge marcante na época. Give It Away e Suck My Kiss foram hinos que saíram desse disco, mas o mais marcante deles foi mesmo Under The Bridge.

      O clipe foi um dos mais executados na MTV em 1992, e tornou lendária a tal ponte onde eles filmaram. Todo esse glamour em torno do clipe deixou Anthony Kiedis meio puto, já que a música tematizava o cenário pesado das gangues de Los Angeles, o abuso de drogas e o suicídio. “As pessoas estão tentando encontrar a ponte, não é? Porra! Não é uma atração turística, pelo amor de Deus. É o território das gangues, vocês estão procurando o quê, ser atingido por uma bala na cabeça?”, disse em uma entrevista.

      4. Aeroplane

      O álbum One Hot Minute não recebeu lá boas críticas, mas nele se escondia uma pérola: por sorte, a banda escolheu Aeroplane como música de trabalho, que foi um sucesso. O clipe quase lúdico é um contraste com a letra de tema pesado, que tematiza a recaída no uso de drogas e como o mundo da música é tentador para isso.

      5. Californication

      Em 1998, John Frusciante volta ao RHCP a pedido de Flea, e no ano seguinte a banda lança Californication. O álbum foi um sucesso, se consagrando como um dos mais vendidos da banda e marcando uma nova sonoridade do grupo, que oficialmente saiu um pouco da pegada funk para se aventurar por novos estilos. Dele, saíram hits incontestáveis, como Scar Tissue, Otherside e Road Trippin.

      Mas foi a música que leva o nome do disco que marcou mais – seu clipe inspirado em video games era super inovador e tecnológico (vamos lembrar que isso foi no anos 2000, né?).

      6. By The Way

      By The Way conseguiu repetir o sucesso de Californication e contou com nada menos que 4 singles assumindo o topo das paradas: The Zephyr Song, Can’t Stop e Universally Speaking. Mas a faixa homônima é uma das mais marcantes, muito graças ao seu clipe. Quem não se lembra do Anthony Kieds pegando um taxi com um motorista malucão interpretado por Dave Sheridan? O final do vídeo é ainda melhor.

      7. Dani California

      Hit unânime do Stadium Arcadium, de 2006, Dani California ganhou um dos melhores clipes da carreira do Red Hot. No vídeo, os integrantes revivem momentos marcantes do mundo da música, de Elvis Presley aos cabeludos do hard rock, até a bela cena em homenagem a Kurt Cobain.

      Depois do álbum, Frusciante saiu do grupo de vez e deu lugar a Josh. Juntos, lançaram o disco I’m With You e o elogiadíssimo The Getaway. Em março do ano que vem, o Brasil se prepara para receber mais uma vez o grupo, que é uma das atrações mais aguardadas do Lollapalooza. Mesmo após 34 anos de banda, o Red Hot Chili Peppers ainda tem espaço cativo entre os aficcionados pelo bom e velho rock’n'roll.

      Curta mais sucessos do Red Hot que não entraram na lista em nossa playlist!