Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Vinícius Dias indica 5 videoaulas desafiadoras; vai encarar?

      11 de novembro de 2019 11:50 Por Gustavo Morais

      A arte de tocar guitarra é um aprendizado diário! Os estudos exigem concentração, disciplina, esforço e disposição para encarar desafios. Falando em desafios… o texto de hoje é para os guitarristas que topam qualquer parada.

      Vinícius Dias, músico e instrutor do Cifra Club

      Vinny quer saber se você topa o desafio (Foto/Cifra Club)

      Para comprovar a bravura e a coragem da turma das 6 cordas, convoquei meu amigo Vinícius Dias, o cara do putitrain ;)  Com toda sua sabedoria, ele se prontificou a sugerir cinco videoaulas 100% desafiadoras!

      Se ligue nos vídeos a seguir e eleve seus patamares de guitar hero.

      1. One – Metallica

      Essa música exige bastante agilidade e precisão. A ponte está em aproximadamente 113 BPM e rola uma base com palhetada alternada, onde tocamos em sextinas. São seis notas por tempo! A sequência do solo também é matadora. Além de ter toda essa dificuldade da agilidade com a palhetada alternada, esse hit do Metallica envolve também tapping, bends, ligados e vibratos. O resultado? Uma pegada vigorosa!

      2. Rock You Like a Hurricane – Scorpions

      Segundo Vinny, “aqui a brincadeira é séria, bem séria, pois se trata de um dos grandes hinos do rock”. “Vestir essa camisa pesa”, acrescenta. Construída por bases “tranquilas de serem tocadas”, mas com solos “difíceis”, a música conta com várias guitarras tocando ao mesmo tempo.

      Outras características notáveis são os bends, os ligados, as palhetadas alternadas [que exigem precisão cirúrgica] e também os tappings e harmônicos artificiais. A faixa Hurricane é apenas mais uma prova de que a dupla de guitarristas do Scorpions é uma das mais fascinantes do hard rock.

      3. Carry On – Angra

      Esse som é definido por meio de quatro fundamentos: precisão, sincronismo, agilidade e feeling. Os solos são bem marcantes e precisam de um imenso domínio técnico para executar os bends, os harmônicos artificiais, os ligados e, principalmente, as palhetadas. TODOS os instrumento precisam caminhar juntos. “Uma curiosidade é que eu e Fofão tivemos que estudar bastante essa música juntos pra conseguir chegar nesse resultado aí. Fica nítido o sincronismo que a música exige na videoaula”, diz Vinny.

      4. Wasted Years – Iron Maiden

      É uma música bem cravada no tempo. No solo existem alguns padrões melódicos, com ligados bem fora do padrão e difíceis de serem executados.

      Leia também: Especial Iron Maiden: tudo o que você sempre quis saber sobre a banda

      “Além do mais, tem a questão do icônico riff principal, que tem que ser bem sincronizado com palhetada alternada”, diz. Só pra quem tem nervos de aço!

      5. Cryin’ – Joe Satriani

      “Essa música não se toca com os dedos, mas sim com o coração! A sensibilidade é a dificuldade real dessa música”, afirma Vinny.

      Além do domínio técnico que as músicas do Joe Satriani exigem para ser tocadas, o músico precisa de um aparato de equipamento bem completo para conseguir um timbre marcante e o sustain necessário. A dificuldade técnica mais visível nessa música se resume nos bends, que devem estar afinadíssimos e precisos.

      O desafio foi lançado, amigo leitor! Que tal relatar para nós a sua experiência de aprendizado com as músicas sugeridas pelo Vinny?