Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      10 coisas que você não sabia sobre o disco de estreia do Metallica

      25 de julho de 2018 10:16 Por Gustavo Morais

      Cabeludos, encrenqueiros e mal encarados (Foto/Internet)

      No dia 25 de julho de 1983, Kirk Hammett (guitarra), James Hetfield (guitarra/voz), Cliff Burton (baixo) e Lars Ulrich (bateria) mudavam os rumos do heavy metal. Há exatos 35 anos, o Metallica lançava “Kill ‘Em All”, seu disco de estreia.

      Com 10 faixas autorais e pouco mais de 50 minutos de duração, o álbum inaugurou no metal a era da sonoridade agressiva, pulsante e menos melódica. A qualidade visceral do material fez a banda ser rápida demais para o metal tradicional, mas virtuosa demais para as poucas exigências do punk. Sendo assim, o som quarteto passou a ser uma espécie de adjetivo, ou seja, era simplesmente Metallica.

      Disco dividiu águas no hevay metal (Divulgação)

      Para celebrar esta data tão especial, nós listamos 10 curiosidades que você precisa saber sobre “Kill ‘Em All”. Divirta-se com a leitura e tenha um bom aprendizado!

      1 - No início, o disco se chamaria “Metal Up Your Ass”. Porém, os produtores e a gravadora da banda não compraram a ideia. O nome “Kill ‘Em All” teria sido uma sugestão de Cliff Burton. A capa original mostrava uma mão com um punhal saindo de um vaso sanitário, como se o título não fosse evocativo o suficiente! Banido da capa, esse desenho virou tema de camisetas do grupo.

      Capa inicial virou tema de camiseta oficial da banda (Foto/Internet)

      2 - O título da canção “Phantom Lord” é também o nome de uma antiga banda de James Hetfield.

      3 - A música “Seek & Destroy” foi inspirada na faixa “Dead Reckoning”, do Diamond Head. Por sua vez, “Hit the Lights” tem trechos inspirados no clássico “Sweet Home Alabama”, do Lynyrd Skynyrd.

      4 - Kirk Hammett demorou um mês para aprender as partes que David Mustaine gravaria no álbum.

      5 - De acordo com o site Songfacts, a bateria de “Jump in The Fire” foi inspirada em “Run to the Hills”, do Iron Maiden. Faça suas comparações. ;)

      6 - Para celebrar o trigésimo aniversário do álbum, em 2013, a fabricante de calçados Vans lançou um par de tênis com a logo da capa de “Kill ‘Em All”.

      Um par de tênis brutal (Foto/Internet)

      7 - Até o momento, o Metallica vendeu mais de 3 milhões de cópias do “Kill ‘em All”. O selo “Megaforce” foi estampado em apenas 1500 cópias. Se você tiver alguma por aí, saiba que tem em mãos uma pequena fortuna.

      8 - Na audição para se juntar à banda, pouco antes da gravação do álbum, Cliff Burton tocou sua composição “(Anesthesia) Pulling Teeth”. A performance solo foi impressionante o suficiente para convencer o resto do grupo a recebê-lo na “gangue”!

      9 - O disco foi gravado em 17 dias e com um orçamento na casa dos US$ 15 mil.

      10 - Antes de gravar “Kill ‘Em All”, o Metallica gravou uma demo, “No Life’ Til Leather”, que continha 7 faixas. A maior parte do material foi usada no álbum. O técnico Johnny Z sugeriu que Kirk Hammett deveria apenas copiar as partes de Mustaine nas músicas que já estavam na demo, mas o então novato guitarrista insistiu em manter seu toque original.

      E agora que você já conhece um pouco mais sobre “Kill ‘Em All”, que tal aprender a tocar uma das músicas mais emblemáticas do lendário disco?