Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Cérebros dos bateristas são diferenciados dos demais músicos

      26 de novembro de 2018 10:30 Por Gustavo Morais

      Bateristas são especiais (Foto/Pexels)

      Eles são os caras que têm mais trampo pra carregar e montar equipamentos… são os caras que custam a descolar uma carona pros ensaios… e são os caras que mais incomodam a vizinhança. Mas cada um deles também é o coração de uma banda, ninguém pode negar. Sim, amigo leitor, estamos falando dos bateristas!

      E se dissermos que a turma das baquetas é mais especial do que você possa imaginar? Não seria exagero de nossa parte, pode apostar! Segundo vários estudos neurocientíficas, os bateras são mais inteligentes do que seus companheiros de banda.

      Nunca foi só uma questão de “batuque” (Foto/Pexels)

      Uma das pesquisas que avaliam o comportamento dos cérebros de bateristas foi conduzida por profissionais do Karolinska Institutet, em Estocolmo, na Suécia. O estudo revelou que há uma forte ligação entre tocar bateria, inteligência, timing perfeito e a parte do cérebro utilizada para resolver problemas.

      Um outro estudo foi conduzido pelo neurocientista David Eagleman com vários bateristas profissionais. A pesquisa foi realizada no estúdio do músico e produtor Brian Eno, o cara que defende a tese sobre os “bateristas terem uma espécie de ‘maquiagem mental’”. O pensamento de  Eno é endossado pela análise de Eagleman, que concluiu que o cérebro de um baterista é realmente diferente do de outras pessoas. “Agora nós sabemos que há algo anatomicamente diferente sobre eles”, afirmou o pesquisador.

      João de Paula tem um mundo especial para te apresentar (Foto/Pexels)

      Por sua vez, um estudo conduzido pelo psicólogo Robin Dunbar, da Universidade de Oxford, indica os efeitos terapêuticos proporcionado pelas baquetadas. Segundo a pesquisa, tocar instrumentos de percussão aumenta a resistência à dor. Além do mais, a prática abastece o organismo de endorfina e aumenta as emoções positivas nas pessoas, alimentando a questão da coletividade social.

      Viu só, amigo leitor? Ser baterista é tudo de melhor! Por essas e outras, o que acha de correr lá no Cifra Club e começar a conferir videoaulas de bateria com o querido João de Paula? Se você ainda não tem uma batera, use a criatividade e improvise! Dá só uma olhadinha no instrumento de responsa que o guerreiro Joelson criou:

      Demais, não é mesmo? Agora que você já se inspirou, boas baquetadas!