Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Descubra o significado de “Lanterna dos Afogados”, hit dos Paralamas

      28 de janeiro de 2019 8:08 Por Gustavo Morais

      Trio veterano é responsável por grandes canções do rock nacional (Foto/Divulgação)

      Ao longo dos últimos dias, contamos aqui as respectivas histórias das músicas “Jenifer” e “Piscininha, Amor”, dois dos grandes hits deste começo de 2019. Como consideramos justa toda forma de música, acreditamos que fãs de pop rock também tem sede de conhecer a essência de suas canções favoritas. Por isso, vamos entrar na máquina do tempo, voltarmos até 1989 e contaremos o que há por trás da letra de “Lanterna dos Afogados”, um dos hinos dos Paralamas.

      “Lanterna” faz parte “Big Bang”, o 5º álbum de estúdio dos Paralamas (Reprodução/Internet)

      “Laterna dos Afogados” é o título de um dos capítulos do livro “Jubiabá”, obra do imortal Jorge Amado, publicado em 1935. O capítulo retrata o bar “Cais do porto”, local onde as mulheres dos pescadores esperavam os seus maridos com lanternas, para ajudá-los a achar o caminho certo.

      A título de informação: “Jubiabá” retrata o cotidiano das classes populares na cidade de Salvador, na Bahia, sob a perspectiva do personagem Antônio Balduíno, um menino criado em uma favela, que se torna um líder grevista.

      Voltando à letra de “Lanterna dos Afogados”, estamos diante de um texto que de discorre sobre o drama das companheiras dos pescadores que saem para pescar e nem sempre voltam para casa. O risco é frequente e uma típica esposa de pescador fica aflita, em constante oração e na torcida para possa rever seu marido.

      Canção tem como inspiração uma obra de Jorge Amado (Reprodução/Letras.mus.br)

      Para a esposa de um pescador, a noite é sempre muito longa e, mesmo conhecendo a rotina diária, o medo de perder o amado sempre está presente. Como forma de superar seus temores, essas mulheres ficam nos faróis e por lá esperam seus maridos.

      Letra da música fala sobre desespero e saudade (Reprodução/Letras.mus.br)

      É muito comum mandarmos “Lanterna dos Afogados” como “indiretas” para o crush. Longe de nós condenarmos tal uso. Porém,  por questões de interpretação, concluí-se que a letra da música lida mais com saudade e desespero do que com “declarações”.

      E como surgiu a canção?

      Assim como várias outras canções maravilhosas, “Lanterna dos Afogados” surgiu meio que de forma despretensiosa.Em entrevista à revista Vinho Magazine, Herbert Vianna revelou que a música surgiu em 10 minutos, enquanto andava de moto com sua namorada.

      “Certa vez, saí com minha namorada para jantar. Sentei na moto, ela começou a conversar, mas pedi que ela não falasse mais nada, porque estava com a melodia e a letra na cabeça. Quando chegamos ao restaurante, em Ipanema, o garçom veio saber o nosso pedido. ‘Papel e caneta, rápido’, foi o que eu pedi. Naqueles dez minutos de moto, da minha casa até o restaurante a música foi composta”, disse o compositor.

      E se você toca guitarra, certamente sabe que o solo de “Lanterna” tem um dos bends mais impressionantes do rock nacional. Para ter essa pérola na ponta dos dedos, sugerimos que se ligue nos ensinamentos que o Vinícius Dias tem pra você.