Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Ecad divulga números de 2018; distribuição supera R$ 970 milhões

      5 de fevereiro de 2019 7:27 Por Gustavo Morais

      Ecad defende os interesses dos compositores (Imagem/Divulgação)

      O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) divulgou, nesta semana, os números referentes às arrecadações de direitos autorais em 2018. De acordo com o relatório, apesar da crise econômica, o trabalho permanente das associações de música e do Ecad de conscientizar a sociedade sobre o pagamento de direitos autorais resultou em grandes cifras para a cadeia produtiva da música.

      Hit de Gusttavo Lima foi o mais tocado no no segmento de Shows em 2018 (Imagem/Divulgação)

      Foram distribuídos R$ 971 milhões em direitos autorais para artistas e demais titulares, além das associações. Cerca de 66% do valor total foram repassados ao repertório nacional, contribuindo para o fortalecimento da indústria musical brasileira. Em relação ao ano de 2017, a quantidade de beneficiados teve um aumento de 25%, indo de 259 mil para mais de 326 mil compositores, intérpretes, músicos, editoras e gravadoras remunerados em 2018.

      Quem deu as cartas no mercado?

      Apesar da força do brega funk, do arrocha e do funk, o sertanejo foi soberano em 2018. Marcando presença em ao menos dois dos quatro rankings principais de arrecadação, Marília MendonçaJunior AngelimJuliano TchulaThales Lessa e Thallys Pacheco estão entre os artistas e compositores que colocam a cena sertaneja no lugar mais alto do pódio.

      Morto desde 1996, Renato Russo segue popular (Foto/Divulgação)

      Por sua vez, o rock brasileiro aparece representado por artistas expoentes das gerações dos anos 80 e 90 como, por exemplo, Lulu Santos, Nando Reis, Renato Russo e Chorão.

      Ranking de músicas mais tocadas no segmento de Shows em 2018:

      1. “Apelido carinhoso” – (Junior Angelim)
      2. “Dona Maria” – (Thiago Brava/Lucas Lima/Thiago Aloisio Lima Quintana)
      3. “Ar condicionado no 15″ – (Renno Poeta/Vine Show/Junior Gomes)
      4. “Largado às traças”- (André Vox/Victor Hugo/Philipe Pancadinha)
      5. “Não deixo não” – (Diego Ferrari/Everton Matos/Guilherme Ferraz/Paulo Pires/Rafael Quadros/Ray Antônio/Sando Neto/Garoto Perdido)
      6. “Tô solteiro de novo” – (Romim Mata/DJ Ivis)
      7. “Olha a explosão” – (MC E-Z)
      8. “Agora vai sentar” – (MC Kadinho/MC Jhowzinho)
      9. “Vidinha de balada”- (Nicolas Damasceno/Rafa Borges/Larissa Ferreira/Diego Silveira)
      10. “Vai malandra” – (Zé Gonzales/Brandon Green/Anitta/Laudz/Dj Yuri/Zaac)

      Ranking de autores com maior rendimento no segmento de Shows em 2018:

      1. Roger Waters
      2. Chico Buarque
      3. Roberto Carlos
      4. Paul McCartney
      5. Noel Gallagher
      6. Marília Mendonça
      7. Phil Collins
      8. Erasmo Carlos
      9. Juliano Tchula
      10. John Lennon

       Ranking de autores com maior rendimento no segmento de Streaming (plataformas de áudio) em 2018:

      1. Marília Mendonça
      2. Thales Lessa
      3. Juliano Tchula
      4. Nando Reis
      5. Matheus
      6. MC Livinho
      7. Renato Russo
      8. Larissa Ferreira
      9. Chorão
      10. Thallys Pacheco

      Ranking de autores com maior rendimento no segmento de Rádio em 2018:

      1. Bruno Caliman
      2. Junior Angelim
      3. Victor Chaves
      4. Raffa Torres
      5. Thales Lessa
      6. Tierry Coringa
      7. Marília Mendonça
      8. Anderson Freire
      9. Umberto Tavares
      10. Juliano Tchula

      Ranking de autores com maior rendimento no segmento de Música ao Vivo (bares, restaurantes, hotéis e clubes) em 2018:

      1. Djavan
      2. Renato Russo
      3. Lulu Santos
      4. Nando Reis
      5. Caetano Veloso
      6. Alceu Valença
      7. Herbert Vianna
      8. Thallys Pacheco
      9. Tim Maia
      10. Zé Ramalho