Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      3 vozes femininas que enobrecem a nova música brasileira

      8 de março de 2019 9:40 Por Gustavo Morais

      Vocalistas do trio As Bahias e a Cozinha Mineira

      As Bahias e a Cozinha Mineira enobrecem a nova música brasileira (Foto/Divulgação)

      Hoje, sexta-feira, 8 de março, é celebrado o “Dia Internacional da Mulher”. No campo da música, as vozes femininas são de total importância e, assim como em qualquer área, merecem todo nosso respeito e admiração. Afinal, o que seria de nossos ouvidos sem o impacto dos timbres marcantes e empoderados?

      Ouça a playlist “Girl Power” e curta outras vozes femininas que enobrecem a música 

      Felizmente, assim como em várias gerações anteriores, a nova música brasileira desponta como celeiro de cantoras talentosas. Se você leu este post até aqui, fique sabendo que abaixo segue uma lista com 3 das vozes femininas mais emblemáticas do cenário atual. Ajuste o volume de seus fones de ouvido, respire fundo e aprecie a arte de quem perfeitamente faz a conexão entre música e alma.

      1. Gisele Lira – força jovem do rock

      Gisele Lira é a líder da banda de rock Laika Não Morreu. A cantora participou da temporada 2018 do “The Voice Brasil” e por lá ganhou uma enorme visibilidade e reconhecimento.

      A Laika Não Morreu segue influências de músicas eletrônicas, pop e, claro, clássicos do rock n roll. O grupo foi criado no final de 2017 e seu nome é uma homenagem a cadela Laika – o primeiro ser vivo a ser enviado ao espaço, em uma missão de final trágico, em 1958 – como um símbolo de resistência às relações desequilibradas de poder que continuam gerando desigualdades ao redor do mundo.

      Laika Não Morreu é uma banda de rock liderada por uma mulher

      Laika Não Morreu faz rock pra quem gosta de rock (Foto/Divulgação)

      Assista “EU”, primeira música autoral da banda:

      2. Luiza Caspary – música inclusiva

      Por influência materna, o trabalho da cantora Luiza Caspary seguiu em direção à arte inclusiva. A artista usa seu dom para fazer música acessível às pessoas surdas e ensurdecidas, ao mesmo tempo em que desperta a curiosidade para aprender a Língua Brasileira de Sinais.

      Luiza Caspary faz um trabalho voltado à Linguagem Brasileira de Sinais

      Luiza Caspary faz um belo trabalho de inclusão (Foto/Divulgação)

      Em 2011, Luiza lançou seu primeiro videoclipe com propósito inclusivo, “O Caminho Certo”. O trabalho é um dos pioneiros de um artista brasileiro feito com audiodescrição, conforme você confere no vídeo abaixo.

      Em 2019, Luiza Caspary continua defendendo as cores da inclusão. Em fevereiro passado, ela lançou o clipe de seu single mais recente, “Minha História”. Desta feita, a artista colocou na praça um trabalho acessível pra comunidade surda. Dê o play e confira o resultado.

      3. Assucena Raquel – música e alma

      Assucena Assucena e Raquel Virginia comandam a banda As Bahias e a Cozinha Mineira, ao lado de Rafael Acerbi. Com dois discos lançados de forma independente, o trio é um das sensações da novíssima música brasileira popular.

      As Bahias E A Cozinha Mineira, força da novíssima música brasileira

      Trio faz som envolvente, original e diferenciado (Foto/Divulgação)

      Em 2018, o grupo ganhou dois prêmios no “29º Prêmio da Música Brasileira”. Um ano após o lançamento do segundo álbum, “Bixa”, o trio assinou contrato com a gravadora Universal Music. O primeiro single e videoclipe do novo trabalho foi lançado no começo do ano. Dê o play e confira o vídeo de “Das Estrelas”:

      Em 2019, Assucena Assucena e Raquel Virginia participaram do novo single do lendário cantor Odair José.

      Conforme você conferiu com os próprios olhos e ouvidos, é muita qualidade artística reunida em um mesmo lugar. E já que você sentiu o impacto dessas mulheres talentosíssimas, amigo leitor, que tal compartilhar o link do post? Já que tudo que faz bem pra alma precisa ser dividido, a sua galera precisa ter contato com os trabalhos apresentados por aqui ;)