Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Tipos de violão: descubra qual modelo é o ideal para você

      27 de maio de 2019 10:55 Por Gustavo Morais

      Os violões possuem vários tipos de modelos

      Cada modelo de violão possui suas características únicas (Foto/Pexels)

      Você aí já se pegou pensando que “violão é tudo igual”? #QuemNuca, né? Na realidade, são muitas as diferenças entre os modelos mais comuns no mercado.

      Por mais que façam parte da mesma – digamos – família, cada modelo de violão tem suas próprias características estéticas, anatômicas e de sonoridade. Consequentemente, há instrumentos que são mais indicados para um ou outro estilo de música. É por isso que na hora de fazer uma compra, nós precisamos conhecer tudo sobre os modelos disponíveis.

      Neste post, o papo será sobre os principais tipos de violão que a gente encontra por aí! Ao término da leitura, você estará mais preparado para fazer sua escolha e, certamente, ficará bem mais satisfeito com seu novo instrumento musical.

      Violão clássico

      É o mais conhecido, usado e vendido para músicos. Estamos falando do tradicional modelo acústico de seis cordas, que na maioria das vezes são de nylon.

      Caetano Veloso e seu clássico violão de nylon

      “Mano Caetano” adora um violão clássico (Foto/Divulgação)

      Além de ser facilmente encontrado nas melhores [e piores lojas] do ramo, o violão clássico tem um custo mais baixo em comparação aos outros tipos. É recomendado para iniciantes, pois é ergonomicamente mais leve e macio.

      Vale lembrar que violão clássico é muito usado para música clássica, MPB, samba, bossa nova, entre outros estilos musicais.

      Violão flat e semi-flat

      Alguns músicos precisam de um violão com cordas de nylon, que seja confortável para tocar e que tenha uma boa resposta de volume.Tanta exigência se justifica em um único fundamento: esse instrumento é usado para performances ao vivo. E é aí que entra em cena o violão flat ou o semi-flat.

      Zé Ramalho é um adepto do violão flat

      Zé Ramalho e um de seus violões flat (Foto/Divulgação)

      Este modelo é um dos preferidos dos músicos profissionais e eruditos, justamente por proporcionar uma boa tocabilidade. O tamanho reduzido da caixa o torna mais ergonômico, leve e fácil de ser usado por longas e longas horas. De maneira geral, os violões flat possuem timbres suaves e mais agradáveis aos ouvidos, sobretudo por causa da possibilidade de de equalizar o som — recurso disponível nos instrumentos eletroacústicos.

      Em suas performances eletrizantes, Lenine costuma usar um violão flat. Dê o play e sinta a magia:

      Violão jumbo

      Apesar de ser bem parecido com o violão clássico, o jumbo tem o corpo  mais largo e a base mais arredondada. Com essa caixa mais protuberante, causa a sensação de ser um instrumento grande demais e acaba gerando sensação de desconforto.

      Elvis Presley ajudou a fazer a fama do violão jumbo

      Elvis Presley e um de seus violões jumbo (Foto/Divulgação)

      Por ser mais comum no modelo eletroacústico e com cordas de aço, esse violão entrega um som mais grave, denso e encorpado. Na figura de Elvis Presley, o jumbo teve seu “garoto propaganda” ideal e acabou ficando bastante popula entre músicos de country, rock e blues.

      Violão folk

      Também chamado dreadnought, o violão folk tem o corpo um pouco maior do que os demais e uma curva mais suave na parte superior. É indicado para quem precisa de um instrumento que gere mais volume e mais ataque.

      Justin Angelo é um astro do folk que usa violão folk

      Justin Angelo é um adepto das praticidades do violão folk (Foto/Divulgação)

      Por ser um pouco maior, a sua caixa projeta mais as notas e entrega em um som bem mais encorpado. O braço mais fino proporciona maior facilidade na hora de montar acordes com grandes aberturas, pois, neste caso o esforço será menor. A característica anatômica do braço também ajuda nos momentos de fazer solos, pois a mão transita de forma mais livre e confortável.

      Leia mais: A anatomia do violão: entenda como o som chega aos seus ouvidos!

      Bem versátil, esse modelo é usado no blues, na música sertaneja e nas de performances acústicas de pop e rock em geral. Trata-se do modelo de violão mais indicado para apresentações ao vivo. Apesar dessa polivalência toda, não é indicado para samba, bossa nova ou música erudita. No vídeo abaixo, o cara que canta tira um baita som em um violão folk.

      Zero, duplo zero e triplo zero

      Esses violões são categorizados como parlor, que em inglês quer dizer salão. Em seus primórdios, meados do século XIX, esses instrumentos eram usados para animar festas ou encontros casuais e suas cordas eram fabricadas com tripa de animais. Atualmente, são apreciados por músicos de blues, folk, música flamenca e pelos adeptos da técnica fingerstyle, pois o braço maior acomoda melhor o estilo.

      John Mayer é adepto de um violão parlor

      John Mayer usa violão parlor em vários momentos da carreira (Foto/Divulgação)

      Suas principais características são o corpo pequeno (menor que um dreadnought e muitas vezes menor que um violão clássico) e braço mais longo do que se comparado aos outros dois modelos. Por terem dimensões reduzidas, os violões parlor entregam uma resposta de frequência mais uniforme – agudos e graves com um mesmo volume. São divididos nas categorias abaixo:

      • violão zero: é o menor entre os três e tem uma estrutura confortável para tocar por bastante tempo;
      • duplo zero: é um pouco maior e é indicado para as técnicas de fingerstyle;
      • triplo zero: tem tamanho intermediário e gera um timbre peculiar.

      No final das contas, um violão parlor é ideal para sons delicados e para acompanhar a voz de um cantor sem rivalizar com ela. Observe um excelente performance com um duplo zero:

      Se você chegou até aqui, certamente já tem em mente qual instrumento se enquadra em seus propósitos musicais. Antes de partir para compra, no entanto, não deixe de conferir outras dicas que te ajudarão a escolher o seu primeiro violão.

      Ah, e não se esqueça de compartilhar o link deste post e marcar a galera que também quer comprar um violão. Nosso objetivo final é ver esse mundo cada vez mais colorido por notas, harmonias, solos e tudo que é forma de música!