Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Trem Bala, O Sol e outros 3 hits do pop good vibes pra você tocar

      15 de julho de 2019 10:21 Por Gustavo Morais

      Melim, trio familiar que faz pop good vibes

      O trio Melim tem colocado doses de boas vibrações no pop nacional (Foto/Divulgação)

      A música pop brasileira vive um cenário interessante. De uns tempos pra cá, artistas que fazem canções leves, solares e alto astral estão surgindo de todos os cantos do nosso imenso país.

      Há quem diga que pode ser mais um safra de hits alienantes, mas há quem diga que o positivismo torna a mais fácil a alucinação que é suportar o dia a dia. O copo pode estar meio cheio ou meio vazio, depende do seu ponto de vista ;)

      Deixando um pouco a filosofia de lado, bora focar no conteúdo deste texto? Além de aprender a tocar 5 hits desse chamado pop good vibes, você também vai ficar um pouco mais familiarizado com os conceitos dessa vertente musical que tem feito a cabeça do público jovem.

      Prepare aí o seu violão, se ajeite na sua cadeira e abrace o conhecimento.

      O que é pop good vibes

      Em meados de 2018, o cenário da música brasileira popular começou a engatar uma mudança. No meio de um universo de canções regadas à sofrência, bebedeiras, ostentações e safadezas, uma galera apresentou uma proposta diferente. Começou ali o fortalecimento do pop good vibes, uma vertente musical que descarta o hedonismo e evangeliza os bons sentimentos.

      Vitor Kley, expoente do pop good vibes

      Com pinta de surfista, o gaúcho Vitor Kley é destaque na cena good vibes (Foto/Divulgação)

      No que diz respeito à sonoridade, essa turma segue influências de folk, indie e pop rock. As canções são mais acústicas e em clima de lual. As música nos transportam para acampamentos, rodas de violão na praia ou dias aconchegantes nas montanhas.

      As origens contemporâneas dessa onda de fofurice, no entanto, datam de 2011, com a música Oração – viral dos paranaenses d’A Banda Mais Bonita da Cidade. De lá pra cá, o rolê foi ganhando expoentes como Tiago Iorc, Ana VilelaMelim, Vitor Kley e outros.

      O icônico produtor Rick Bonadio enxerga nessa leva de artistas um profissionalismo incomum. Segundo Bonadio, essa turma está preparada para lidar com a indústria. “São mais preparados para a exposição, porque foram treinados pelas redes sociais. Eles são mais ágeis, sabem que precisam compor mais rápido porque a demanda é maior”, disse.

      O ano de 2019 vem consolidando essa corrente musical, sobretudo entre o público jovem. Seja nas rádios, nas playlists, nos shows (até de artistas de outros segmentos) ou nas trilhas de novelas, esse novo estilo está com as raízes cada vez mais cravadas. Ao que tudo indica, esse som não é uma onda passageira.

      Tocando 5 hits do pop good vibes

      No Cifra Club, como não poderia ser diferente, essa galera tem seu espaço. Nos últimos temos, o pop good vibes foi tema de várias videoaulas, conforme você confere no decorrer do post.

      1. Trem Bala – Ana Vilela

      Composta por Ana Vilela após o término de um relacionamento, a música Trem Bala foi lançada de forma não oficial em 2016. No ano seguinte, a mensagem reflexiva da canção caiu no gosto popular. Entre outras conquistas, a faixa foi tema de campanha publicitário do Dia das Mães, foi cantada por artistas de vários segmentos e até rendeu um feat, de Ana com Luan Santana.

      2. Deixa – Lagum

      Os mineiros da banda Lagum estão na estrada desde 2014. No início, os caras eram bastante influenciados pela fase mais indie folk do Skank. Posteriormente, fizeram algumas renovações – inclusive entre os músicos – e abraçaram o pop good vibes. O marco zero da nova fase rolou no fim de 2017, quando gravaram, com a cantora Ana Gabriela, a música Deixa. A canção é uma espécie de “hino não oficial da positividade” e foi mantra de Neymar durante a Copa do Mundo de 2018.

      3. O Sol – Vitor Kley

      Com cara de surfista galã, o gaúcho Vitor Kley tem 24 anos e estuda música desde os 13. Em 2018, Vitor lançou o hit O Sol. Por mais que muitos roqueiros torçam o nariz, essa canção é uma ode ao “astro rei” e, de acordo com os versos, poderia fazer parte do repertório de qualquer artista do movimento hippie que fez a cabeça de todo mundo da geração Woodstock.

      4. Meu Abrigo – Melim

      Formado pelos irmãos Rodrigo, Diogo e Gabriela, o trio Melim está na estrada desde 2015. O discurso positivista toma é visto até nas músicas em que abordam términos de relacionamento! Com a faixa Meu Abrigo, a trinca familiar mostra ao mundo que é possível acreditar no amor se joguinhos, trapaças, armadilhas ou falta de educação sentimental.

      Trevo – Anavitória (feat. Tiago Iorc)

      Desde que despontou na mídia, em 2015, o duo Anavitória tem unido tribos e feito canções que clareiam o mais escuro dos dias. Entre outros talentos, essas mulheres são agraciadas com vozes doces, violões bem tocados e com o dom de fazer canções de melodias e letras aconchegantes. Um dos tesouros musicais da dupla é a faixa Trevo, uma das músicas mais afetuosas dos últimos tempos.

      E agora que você já colocou mais músicas aí no seu repertório, não deixe de praticar bastante! Ah, e não se esqueça de compartilhar o link deste texto com seus amigos. Além de fazer um som, sua turma do coração vai adorar essas mensagens maravilhosas do pop good vibes :)