Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Tocando com banda: 5 dicas para melhorar a prática em conjunto

      29 de julho de 2019 10:07 Por Gustavo Morais

      Apesar de não ser algo obrigatório, a vontade de fazer um com outros músicos costuma ser natural na trajetória de quem começa a aprender a tocar um instrumento. Esse tipo de interação é vantajosa, pois ajuda no desenvolvimento do aprendizado musical e promove momentos de lazer, diversão e fruição artística.

      Trio ensaia antes de uma apresentação

      Ter uma banda não é só plugar os instrumentos e tocar (Foto/Pexels)

      Mas e aí? Será que o rolê é só chegar no estúdio ou no local do show, ligar os equipamentos e mandar bala? A resposta é simples: não. E bota “não nisso”, viu?

      No texto de hoje, vou te dar umas dicas preciosas e precisas para que você consiga desenvolver a prática de tocar em conjunto. Se você é veterano, certamente já tá afinado com todo o conteúdo deste post. Mas se você quer fazer a transição das videoaulas para os palcos, não deixe de ler até a última das próximas linhas.

      Vamos nessa?

      1. Não tire a música na hora do ensaio

      Já vi muita gente cometendo esse erro, viu? Parece absurdo, mas tem muito músico por aí que insiste em chegar no ensaio sem as músicas na ponta dos dedos.

      O cara teve tempo para se programar, tirar as músicas, treinar em casa, mas preferiu fazer outras coisas. Aí, na hora de plugar os instrumentos e fazer a mágica acontecer, surgem perguntinhas do naipe de, “qual é mesmo o tom dessa música?”, “ixi…não lembro os acordes da introdução. Alguém me ensina?”, “putz, mano! Não decorei a letra direito. Posso improvisar?”, entre outras aberrações.

      Uma banda ensaiando, tende a ter melhor performance

      Ensaio ou passagem de som não são os cenários ideais para tirar música (Foto/Pexels)

      É “prioridade” que fala, né? Portanto, meu amigo leitor, não seja esse tipo de pessoa. Separe um tempinho para estudar e aprender o repertório proposto. Além de economizar tempo e de ser uma questão de profissionalismo, você vai ajudar para que o relacionamento interpessoal entre os membro da banda seja positivo. Daí, é só chegar no ensaio e fazer uma performance arrasadora, afiada e convincente.

      2. Afine os instrumentos

      É bem óbvio, mas acredite: é comum os músicos se esquecerem de afinar os instrumentos. E isso não faz bem para os ouvidos de ninguém, concorda?

      Por isso, procure chegar nos ensaios ou no local da apresentação com seu instrumento afinado do modo padrão. Lembre-se que os estúdios e casas de shows são equipados com ar condicionado, um agente que tende a desregular quaisquer tipos de afinações. Por isso, antes de começarem a tocar, todos os membros da banda devem dar uma repassada na afinação e ajustar possíveis arestas.

      Importante: o Cifra Club tem um afinador digital, gratuito e eficiente para você ;)

      3. Saiba ouvir os membros da banda

      O diálogo é fundamental para o sucesso de qualquer tipo de relacionamento. Pode até parecer exagero, mas já vi várias bandas não irem pra frente porque um ou outro membro não sabia ouvir os demais. Como a conversa é uma via de mão de dupla, é importante saber ouvir e saber falar.

      Baixista e guitarrista durante momento feliz de uma prática em conjunto

      Músicos que se relacionam bem são mais produtivos (Foto/Pexels)

      Você não está em uma “banda de um homem só”, isto é, as suas ideias de composições, letras e arranjos não são as únicas. Por isso, a voz de qualquer outro membro do grupo precisa ser ouvida. Para que a comunicação ocorra sem pressão e de forma natural, crie o hábito de demonstrar interesse nas coisas que os outros caras querem apresentar. De repente, o baixista tem uma ideia que pode ser o complemento que faltava para aquela sua música nova ficar top.

      Se for para dar um puxão de orelhas em algum músico, procure medir as palavras e jamais eleve o volume de sua voz. Ser franco, sincero e verdadeiro é bem diferente de ser sem educação, grosseiro e estúpido.

      Na prática em conjunto, a soma dos integrantes sempre será maior do que o talento individual. Pense nisso ;)

      4. Não tenha preguiça de ensaiar

      Existe alguma diferença entre ter uma banda que não ensaia e ser rico no jogo Banco Imobiliário? Não, não existe. Afinal de contas, as duas coisas são apenas bons exemplos de situações imaginárias.

      Por isso, não tenha preguiça de ensaiar. Passar longas horas tocando as mesmas músicas pode parecer desgastante, mas é a melhor forma de garantir entrosamento entre os músicos. Além do mais, o ensaio também aprimora talento.

      A prática em conjunto é fundamental para a evolução de um músico

      A prática em conjunto faz a banda ganhar autonomia e confiança (Foto/Pexels)

      Treinem bastante, aprendam a se comunicar entre si com gestos e olhares – pois assim saberão quando é hora de improvisar ou de mudar a dinâmica do show. “Não se constrói uma casa pelo teto”, isto é, uma banda precisa de muita prática em conjunto antes de partir para os palcos da vida.

      “O copo pode estar meio cheio ou meio vazio”, a decisão é toda sua.

      5. Jamais queime etapas

      Essa última dica tem total ligação com a anterior. Ter ambições [atenção: não confunda com ganância] é importante, mas sempre com os pés no chão. Por isso, não saia tomando decisões precipitadas e que podem trazer consequências irreversíveis.

      Uma maneira de queimar etapas é marcar um show sem a banda estar devidamente ensaiada. Tocar ao vivo é legal? Sim, claro que é, e o palco realmente é um ótimo lugar para um músico estar. Porém, de que adianta chegar lá e não fazer bonito? Se isso acontecer, além de não agradar ao público, sua banda vai ficar com filme queimado junto aos organizadores de eventos.

      Banda tocando ao vivo, com boa produção

      Para chegar aos grandes palcos, uma banda precisa estar ensaiada e focada (Foto/Pexels)

      Não comece uma banda pensando na fama ou na grana. Antes disso, pense em ter uma carreira longeva. Dando um passo de cada vez, você consegue sair dos estúdios de ensaios e gravações para os palcos. Ensaie bastante, defina o foco e desenvolva um bom relacionamento com os caras que tocam com você.

      Tá montando uma banda? Então confira também esses posts: