Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      5 dicas para se manter motivado a tocar violão todos os dias

      7 de agosto de 2019 12:38 Por Gustavo Morais

      Tocar violão todos os dias é um hábito a ser cultivado

      Tocar violão todos os dias requer empenho e motivação (Foto/Pexels)

      Para ser uma fera no violão, entre outras coisas, é preciso fazer um som todos os dias. Só que nem sempre a motivação de tocar está por perto, não é mesmo? As vezes bate desânimo, preguiça e até falta de vontade.

      Conheço esse problema bem de perto, meu amigo. E é por isso que no texto de hoje, vou te dar 5 dias infalíveis para manter sua motivação em alta.

      Quer saber mais sobre esse rolê? Continue por aqui e, no término da nossa conversa, você será um violonista ainda mais motivado.

      1. Toque violão com amor

      Pode até soar como um clichê dos mais batidos, mas saiba que é fundamental tocar por amor. Por isso, o violão não pode dividir suas mãos com a dor [física ou emocional], pois, a música não pode simbolizar sofrimento na vida do músico.

      Rapaz tocando violão com dedicação e boa vontade

      O papo de “no pain, no gain” é uma das mentiras que você não pode acreditar (Foto/Pexels)

      Para que o aprendizado possa fluir de maneira tranquila, não se cobre de forma exagerada. Tudo tem seu tempo. Conheça seus limites, ou seja, não queira ser o melhor violonista da escola em uma semana. Tocar 18 horas por dia pode te trazer mais dor do que genialidade. Já pensou ficar um mês no estaleiro por causa de uma tendinite?

      Deixe o curso natural das coisas conduzir seus estudos. Não fique com raiva de si mesmo se perceber que está treinando muito e evoluindo pouco. Sempre que tiver essa sensação [isso vai rolar muitas vezes, confie em mim;)], respire fundo… dê um pausa… procure uma distração. Quando retomar os estudos, você terá um outro olhar acerca das dificuldades e verá que ela é bem menor do que parece.

      2. Tenha o violão sempre por perto

      Tente deixar tudo [instrumento, cordas, palhetas, etc] bem acessível. Esse é o melhor jeito para evitar que sua vida seja invadida pela preguiça de tirar o violão do armário. Além disso, você não terá desculpa para procrastinar, isto é, o tal do “ah, depois eu toco” não fará parte de seu cotidiano.

      Rapaz jovem tocando violão

      TEnha seus instrumentos musicais sempre por perto (Foto/Pexels)

      Vale até tentar o seu companheiro de seis cordas fora da capa protetora, já prontinho para você conferir a afinação e mandar bala. Se assim for, para fazer o seu som de cada dia, você só precisará estender o braço para pegar o instrumento e fazer a mágica acontecer. Mas lembre-se dos cuidados para limpar o seu violão que te falei por aqui.

      3. Crie hábitos que motivam disciplina

      Sabe os momentos em que você precisa mesmo ficar longe do seu violão? Não se desespere, pois é possível usá-los para criar hábitos que ajudam a manter o foco. Por exemplo:

      • quando estiver no trabalho ou na escola, acesse as redes sociais e WhatsApp apenas nos intervalos
      • experimente verificar seus emails pessoais apenas duas vezes por dia

      Esse vício de olhar o celular o tempo todo é um hábito bem ruim. Além de desviar a sua atenção para os afazeres do dia a dia, esse costume tira o seu foco na hora de tocar.

      4. Cuidado com os feedbacks

      Tome muito cuidado com todos os feedbacks. Por mais que sejam sinceras, as palavras têm o poder de desmotivar.

      Ouça atentamente as pessoas, sobretudo as que entendem do assunto. Porém, crie um filtro que proteja seus ouvidos dos comentários depreciativos. Não se abale com as críticas! Faça delas o combustível que vai fazer sua nave voar cada vez mais alto.

      Uma pessoa desmotivada, não consegue tocar violão todos os dias

      Quando receber críticas, não se desmotive e mantenha o foco nos estudos (Foto/Pexels)

      Jamais confie cegamente nos feeedbacks que são 100% de elogios. Há casos em que as pessoas mais próximas ficam com receio de fazer uma crítica – ainda que construtiva – e acabar gerando constrangimento.

      Quando fizer a autoanalise de seu desempenho, não cobre demais de si mesmo. Também é prudente evitar comparações, pois, cada músico evolui dentro de suas possibilidades e habilidades.

      5. Observe sua evolução

      Para ter o que evoluir, você precisa metas. Você pode, por exemplo, ter como meta tirar Neon, do John Mayer, em X semanas. Trata-se de uma música difícil para quem é iniciante, concorda? Porém, nada é impossível e só é necessário estudar a canção diariamente.

      Para mensurar sua evolução, grave áudios ou vídeos de si mesmo tocando.

      Suponha que hoje você começou a estudar os acordes da introdução e pouco evoluiu. Acontece que depois de uma semana de treino, a primeira parte da música já está na ponta de seus dedos. É óbvio que rolou uma baita evolução! Porém, quando comparar os registros acerca do processo, a empolgação vai tomar conta de cada partícula do seu ser e sua motivação estará ainda mais revigorada.

      Importantíssimo: lembra do item 4 da lista? Então… publique seu material nas redes sociais somente quando estiver seguro e vacinado contra os haters.

      Bora, então, começar a tocar essa canção tão antológica?

      Melhorando seus hábitos para estudar violão

      Agora que chegou até aqui, você já sabe como se manter motivado a tocar violão todos os dias. E para afinar ainda mais seus estudos, se liga só nos textos que tenho pra te indicar: