Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Atenção, músico! Tudo o que você precisa saber sobre o benefício RBE

      2 de abril de 2020 13:34 Por Gustavo Morais

      Devido à crise econômica provocada pela epidemia de Covid-19, um bom número de profissionais informais se encontra em situação de vulnerabilidade financeira. Na tentativa de diminuir os impactos no dia a dia do povo brasileiro, o Senado elaborou um “pacotão social”, popularmente conhecido como “Renda Básica Emergencial (RBE)”.

      Até então, o benefício não abrangia o mundo cultural, tão dependente de apresentações e bilheteria. Nesta quarta-feira (1º), no entanto, foi aprovada a inclusão de artistas entre as categorias habilitadas a requisitar o auxílio emergencial de R$ 600 mensais que será pago pelo estado brasileiro a profissionais informais que vivenciam consequências nas suas respectivas gerações de renda.

      Jovem músico toca guitarra e usa máscara de proteção contra o coronavírus

      RBE” também vai contemplar artistas (Foto/Daniel Moreira)

      Neste post, você encontra todas as informações que precisa saber sobre o “coronavoucher”. Para facilitar o entendimento, o nosso papo gira em torno de como o benefício impacta a vida de artistas. Sendo assim, de maneira geral, as outras categorias do mercado de trabalho são pouco mencionadas.

      Quem pode receber o “RBE“?

      O benefício contempla autores e intérpretes de qualquer área — música, teatro, cinema, artes visuais, dança e outras. Além dos artistas, os técnicos de espetáculos e outros membros da cadeia produtiva artística também serão contemplados.

      Camo saber se tenho direito ao benefício?

      A seguir, você confere os requisitos necessários para ter direito ao “RBE“:

      • Ser maior de 18 anos de idade;
      • Não ter emprego formal, ou seja, não trabalhar de carteira assinada;
      • Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
      • Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
      • Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

      Todos os interessados obrigatoriamente devem fazer um cadastro na página do Cadastro Único, localizada dentro site oficial do Governo Federal. Uma mesma família pode receber, no máximo, R$ 1.500 de ajuda.

      Atenção: o benefício só contempla os músicos que vivem da música.

      Quando o ”RBE” começa a ser pago?

      Incluindo vendedores ambulantes, agricultores e uma série de outras categorias, o primeiro pacote de beneficiados já foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro. Por sua vez, a categoria de artistas só entrou no programa nesta quarta-feira (1º).

      Agora, o texto irá a votação na Câmara, o que se espera que ocorrerá no máximo até sexta-feira (3). Se não houver alterações, a pauta voltará para o Senado e irá à sanção presidencial. Ainda não há data para que isso ocorra. 

      Aos trabalhadores cujas categorias foram sancionadas, o governo pensa na data de 16 de abril para a chegada da primeira das três parcelas do benefício. Este prazo, contudo, não vale, a princípio, para os artistas e as novas categorias incluídas no adendo aprovado nesta quarta-feira (1º). Sendo assim, ainda não há data para o repasse do “RBE” entre em vigor para os envolvidos na cadeia de produção artística.

      Independente de qualquer coisa, meu amigo e minha amiga, fique ligado aqui neste post. No final das contas, como você bem sabe, as novidades podem aparecer a qualquer momento.

      Músico em tempos de isolamento social

      Se você já é músico, profissional ou ainda está começando na caminhada, saiba que tenho mais uma série de conteúdos para te indicar. Antes de tudo, e acima de qualquer coisa, mantenha os hábitos de higiene e fique em casa ;) Agora que estamos no mesmo tom, se liga só na qualidade dos posts abaixo: