Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Top 10: os solos de guitarra mais famosos dos anos 80

      17 de abril de 2020 15:33 Por Gustavo Morais

      Segundo dizem por aí, “os anos 80 foram a década perdida”. Para a música, no entanto, o período foi um divisor de águas. Com o surgimento da MTV, por exemplo, nós ganhamos uma nova forma de consumir nossas canções favoritas. Além disso, muitos hits atemporais foram concebidos naqueles tumultuados tempos.

      Ozzy Osbourne levanta Randy Roads, durante show

      O guitarrista Randy Rhoads imortalizou alguns solos de guitarra nos anos 80 (Foto/Divulgação)

      Na conversa de hoje, nosso papo gira em torno dos solos de guitarras mais famosos dos anos 80. Reunir um top com apenas 10 obras, como você pode imaginar, é uma tarefa hercúlea. Por isso, listamos aqui aqueles solos que certamente você identifica logo na primeira nota.

      • Spoiler 1: músicas instrumentais ficaram de fora da lista, que tem foco em hard rock e heavy metal.
      • Spoiler 2: toda lista gera controvérsias, polêmicas e discordâncias. Sendo assim, te adianto que muita música que você curte ficou de fora desta compilação. Por essas e outras, meu amigo e minha amiga, sinta-se no seu direito de usar os comentários do post para manifestar suas opiniões ;)

      Agora, sem mais spoilers! Se ajeite por aí e bora lá curtir essa sonzeira?

      1. Crazy Train – Ozzy Osbourne

      Depois de fazer um ótimo trabalho no Quiet Riot, durante o final dos anos 70, Randy Rhoads entrou na década de 80 no posto de guitarrista da banda de Ozzy Osbourne. Falta até adjetivos para qualificar o tamanho do talento de Randy. Seja com Les Paul ou com Flying V em mãos, o virtuosismo e a técnica apurada do guitarrista da cabeleira loura fez com que a carreira solo de Ozzy não fosse um foguete molhado.

      Em sua curta carreira, Randy gravou apenas 5 discos. Porém, todos eles são cheios de solos, riffs e composições que até hoje  influenciam muitos guitarristas de rock pesado, hard rock ou heavy metal. A faixa Crazy Train, do disco Blizzard of Ozz, álbum de estreia solo de Osbourne, é um excelente recorte da obra de um guitarrista acima da média.

      Agora que você já recuperou o fôlego, que tal tirar esse som? Se liga no link da cifra e da videoaula de Crazy Train! Cuidado com a velocidade e preste muita atenção no uso das técnicas.

      P.S.: Randy Rhoads contava apenas 25 anos de idade quando morreu, em 19 de março de 1982, vítima de um acidente aéreo. Já parou pra pensar em como seria a história da guitarra se ele ainda estivesse entre nós?

      2. Sweet Child O’ Mine – Guns N’ Roses

      A banda Guns N’ Roses está para os anos 80, assim como o atacante Romário está para o futebol dos anos 90. Não tem como pensar em um sem o outro, simples assim.

      Sweet Child O’ Mine foi o maior sucesso comercial do disco de estreia da banda, o icônico Appetite for Destruction, lançado em 1988. Aqui no Brasil, inclusive, a dedicação de amor de Axl pro crush chegou a ser tema de novela. Além do riff arrebatador da introdução, essa música tem um solo brilhantemente executado por Slash.

      Para tirar esse som aí na sua guitar, saiba que cifra de Sweet Child O’ Mine está completinha e revisada ;)

      3. The Trooper – Iron Maiden

      O Iron Maiden sempre será uma das maiores bandas da história do heavy metal. Parte desse status vem do trabalho acima da média de seus integrantes. Como o papo aqui é solos de guitarra dos anos 80, vamos focar nos dois guitarristas que por mais tempo tocaram no Maiden naquela épocaa, ou seja, estamos falando de Dave Murray, o cara das técnicas e da velocidade, e de Adrian Smith, o cara mais melódico.

      No quesito “fama”, os anos 80 foram bem generosos com o Maiden. De lá pra cá, graças ao seus exércitos de adoradores espalhados ao redor do mundo, a banda nunca mais saiu do panteão dos gigantes do metal. Sendo assim, uma boa parte do material lançado naquela década foi sucesso incontestável. Como aqui na lista só cabe uma canção por artista, a música mais famosa do Iron Maiden foi a escolhida para enobrecer a nossa conversa.

      Up The Irons: confira a videoaula e a cifra completa de The Trooper!

      4. Beat It – Michael Jackson

      Por si só, a trinca de guitarristas que gravou Beat It, sucesso incontestável de Michael Jackson, merece todos os prêmios possíveis. Numa única faixa, MJ reuniu Paul Jackson Jr., um dos mais renomados músicos de estúdio dos EUA; Steve Lukather, um guitarrista virtuoso, melódico e sinônimo de criatividade; e Eddie Van Halen, um sujeito que dispensa qualquer apresentação.

      O solo de Beat It ficou nas mãos de EVH, que fez o trabalho de graça. Com menos exageros e notas por minuto que Eddie usa (ou usava?) em sua banda titular, o solo da música mantém o elevado padrão de qualidade do guitarrista.

      5. The Final Countdown – Europe

      Em uma pesquisa da revista Rolling Stone, The Final Countdown foi eleita a segunda pior canção dos anos 80. Independente de qualquer votação, no entanto, uma coisa é certa: quando escuta os primeiros acordes da introdução dessa música, até mesmo o mais true dos headbagers é arrebatado. É uma verdadeira catarse!

      Lançada em 1986, no álbum de mesmo nome, essa faixa colocou a banda sueca Europe no mapa mundial do hard rock. Por mais que seja um tema de teclado e tenha bastante “solos de cabelo”, como você confere no clipe abaixo, o trabalho do guitarrista John Norum é formidável.

      Viu só que sonzeira bacana? Se você está na pilha pra tocar essa música, futuro (a) guitar hero, o Cifra Club tem a cifra e a videoaula de The Final Countdown.

      6. Rock You Like a Hurricane – Scorpions

      Os alemães do Scorpions chegaram nos anos 80 de forma avassaladora. Finalmente, depois de uns bons anos, o quinteto conseguiu a fama mundial que tanto merecia. Com Rudolf Schenker e Matthias Jabs na formação, a banda encontrou sua definitiva dupla de guitarristas. Lançada em 1984, no disco Love at First Sting, Rock You Like a Hurricane virou um dos hinos de toda uma geração.

      O solo, como você viu no clipe acima, não é para iniciantes. Além de mostrar um domínio técnico singular, Matthias Jabs gosta de notas milimetricamente encaixadas. Não tem espaço para erros, meu amigo e minha amiga! Se quiser topar o desafio, confira a cifra e a videoaula de Rock You Like a Hurricane.

      7. Back In Black - AC/DC

      A década de 1980 começou de forma tágica para o AC/DC. No dia 19 de fevereiro de 1980, a banda foi abalada com a morte do vocalista Bon Scott, aos 33 anos. Segundo o atestado de óbito, o músico teve uma ”intoxicação aguda por álcool ” e foi vítima de “ morte por desventura ”.

      Apesar de considerar sair de cena, os demais integrantes do grupo concordaram que até mesmo Scott reprovaria a aposentadoria. Sem muito tempo para viver o luto, o AC/DC contratou o vocalista Brian Johnson e, em maio daquele mesmo ano, voltou à “highway to hell”. Assim  como lendária Phoenix, a banda renasceu das próprias cinzas e lançou o disco Back In Black. Bastante popular “no bloco dos camisa preta”, a faixa título simboliza a triunfal volta dos gigantes do hard rock ao jogo.

      O solo de Back In Black marca mais um dos momentos de grande inspiração do genial Angus Young. Por meio de suas tradicionais notas e escalas acrobáticas, ele consegue passar dois sentimentos: a fúria pela perda de Bon… e o alívio por Brian não ter deixado a banda morrer.

      8. Your Love - The Outfield

      Sucesso meteórico nos anos 80, o The Outfield sintetizou todas as demandas da década: cabelos no estilo mullet, roupas coloridas, laques, maquiagens nos olhos e bastante vibração legal nas canções. Sobre o som deles, duas considerações

      1. Era pesado demais pra ser pop
      2. Era leve demais pra ser hard rock

      Lançada em 1985, a música Your Love foi o único sucesso mundial desses caras.

      Como você viu no vídeo acima, estamos lidando com uma música bem bacana para um guitarrista iniciante aprender! Por isso, se você está começando a fazer seus primeiros solos, não deixe de conferir a cifra e a videoaula de Your Love.

      9. Wanted Dead Or Alive – Bon Jovi

      Esta lista poderia ter somente músicas que o Bon Jovi lançou nos anos 80, pois, Richie Sambora fez um trabalho sensacional nas 6 cordas da banda liderada por Jon. Só pra citar algumas canções memoráveis: Never Say Goodbye, Living In Sin, You Give Love a Bad Name, Livin’ on a Prayer. Mas pra fugir um pouco do senso comum, nosso top 10 conta com Wanted Dead Or Alive, do disco Slippery When Wet, de 1986. Por mais que tenha um magistral arranjo de violão e guitarra, essa canção quase não é mencionada em listas de grandes solos.

      Cheio de slides, bends e ligados, o solo dessa música é mais fácil do que parece. É muito mais felling do que técnica. Se liga só na tablatura completa e videoaula do solo de Wanted Dead Or Live, lá no Cifra Club ;)

      10. Still Got The Blues (For You) – Gary Moore

      Ok: trata-se de uma música lançada em 16 de abril de 1990. Porém, todavia, contudo, para muita gente, 1990 foi o último ano da década de 80. Sendo assim, não há motivos para Still Got The Blues ficar de fora desta lista!

      Como todo bom blues, a base dessa música é cheia de acordes menores. Com seu inesquecível vozeirão, o saudoso Gary Moore cantou uma sofrência que faria as músicas da Marília Mendonça soarem como hinos de amores que deram certo. Já no solo, ele não economizou nos bends, vibratos e slides. Dê o play e observe, atentamente, a desenvoltura de um verdadeiro mestre das guitarras.

      Viu que demais? Se você quiser encarar o desafio, no Cifra Club tem a cifra e a videoaula de Still Got The Blues.

      E agora que você chegou até aqui, que tal dar um help? Basta compartilhar o link deste post nas suas redes sociais e grupos de WhatsApp. Ah! E não se esqueça de marcar os seus amigos que tocam e/ou curtem um bom solo de guitarra :D