Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Morre Little Richard, um dos criadores do rock; relembre sua biografia

      9 de maio de 2020 12:57 Por Gustavo Morais

      Little Richard já mais velho, sentado ao piano

      Little Richard, pioneiro incontestável do rock and roll (Foto/Divulgação)

      E a música está de luto, mais uma vez, em 2019: o icônico Little Richard morreu, neste sábado (9), aos 87 anos de idade. Segundo Dick Allen, empresário do artista, Richard “faleceu de câncer nos ossos”. Atualmente, ele estava morando com o irmão em Nashville, nos Estados Unidos, disse.

      Antes do surgimento de Elvis Presley, lá nos anos 50, Little Richard já fazia sua parte para que o rock and roll conquistasse o mundo. Com suas performances acrobáticas e energéticas, colocava sua voz aguda a serviço do piano, e fazia com que os jovens da época se rendesse ao novo ritmo moldou a indústria musical do século XX.

      O primeiro sucesso de Richard foi Tutti Frutti, de 1955. Essa canção trouxe a onomatopeia que virou uma das marcas registradas do rock. Confira no vídeo abaixo ;)

      Depois de fazer o Wa bop a lu bop a lom bam boom virar um grito de guerra, o roqueiro raiz emplacou Long Tall Sally, Good Golly Miss Molly, Lucille e mais.

      Não é fácil numerar os artistas que em algum momento da carreira foram seduzidos pelo rock and roll de Richard.  O som dele reverberou no soul de Tim Maia, no hard rock blueseiro do AC/DC, no folk elétrico de Bob Dylan, além de ter influenciado os Beatles, os Stones, Rod Stewart, Elton John, Erasmo, Roberto, etc e tal.

      Biografia de Little Richard

      Batizado Richard Wayne Penniman, o já saudoso Little Richard nasceu em Macon, na Georgia, nos EUA, no dia 5 de dezembro de 1932. Passou boa parte da infância em uma vizinhança negra. Teve certo contato com brancos, mas devido à segregação racial ele não podia cruzar a linha para onde os brancos viviam

      Cresceu ouvindo cantores de música gospel nas igrejas negras e aprendeu a tocar piano na adolescência. Quando mais adulto, num gesto de criatividade e ousadia, promoveu uma fusão entre os gêneros boogie-woogie, rhythm & blues e gospel. O resultado? Bem… surgiu ali um estilo único de música agressiva, vibrante, intensa, tocada acelerada ao piano. Sim: um dos primeiros passos desse tal de roque enrow foram dados por Little Richard.

      Um jovem Little Richard tocando piano e com uma das pernas sobre o instrumento

      Performances acrobáticas de Richard ajudaram a moldar o rock (Foto/Divulgação)

      Richard tornou-se um astro, mas vivia atormentado por questões religiosas ligadas à sua bissexualidade, pois nasceu e cresceu numa cultura cristã e conservadora. Em 1958, largou a carreira após uma excursão à Austrália para dedicar-se à religião. Tornou-se pastor e gravou canções gospel. Em 1962, voltou aos palcos em uma turnê com shows de abertura dos Beatles e dos Stones.

      Em 1986, Richard fez parte da turma que inaugurou o Hall da Fama do Rock And Roll. Em 1992, foi homenageado com um Grammy pelo Conjunto da Obra e, de quebra, tocou na cerimônia de posse do então presidente dos EUA, Bill Clinton.

      Na ativa entre 1947 e 2013, Little Richard gravou 15 discos de estúdio e 3 álbuns ao vivo. Lançou 11 coletâneas e um total de 37 singles.