Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Justiça nega pedido de condicional a assassino de Lennon

      13 de outubro de 2002 20:25 Por Ruben Almeida

      A justiça de Nova York negou na última terça-feira, dia nove, o segundo pedido de liberdade condicional a Mark Chapman, condenado pelo assassinato de Jonh Lennon.

      Hoje com 47 anos, Chapman cumpre pena perpétua na prisão Attica, em Nova York, desde 1980, quando matou o Beatle. Sem obter sucesso, o assassino já havia feito um primeiro pedido de condicional há dois anos, mas disse na época que não merecia ser solto - "uma vez que você tirou a vida de uma pessoa, não há nada o que você possa fazer para compensar", disse Chapman.

      A viúva de Lennon, Yoko Ono, foi contra a libertação de Chapman naquela ocasião, temendo por sua segurança e pela de seus filhos. Ela ainda não comentou sobre a nova decisão.

      Lennon, que teria completado 62 anos na última quarta-feira (09), foi assassinado no dia 08 de Dezembro na porta de seu edifício em Nova York.

      Mark Chapman poderá fazer um novo pedido de liberdade condicional em 2004.

      Comente à vontade, mas pegue leve com os palavrões e/ou ofensas senão seu comentário pode ser editado ou deletado. =)