Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Mixórdia: Então é Natal

      21 de dezembro de 2002 13:03 Por Ruben Almeida

      Dó, Ré, Mi... Mixórdia é natal... natal no Brasil             Por que fazer suas compras natalinas com uma certa antecedência se você pode deixar para faze-las bem na véspera do natal? Eu resolvi aproveitar meu horário de almoço para realizar umas pequenas compras. Digo pequenas pois devido a crise econômica que o país, que principalmente eu, enfrentamos não poderia me dar ao luxo de presentear muitas pessoas com coisas de grande valor.            Antes de sair para minha jornada, pensei ter um problema, pois sempre uso de meu horário de almoço da sexta-feira para escrever a Mixórdia da semana. Mas decidi que escreveria nossa coluna mais tarde, já em casa.            Primeira parada: Shopping. Se existe inferno na Terra, é shopping em véspera de natal. Gente pra lá e pra cá, sacolas, crianças (perdidas), Papai-Noel, muitos turistas (afinal, moro em Floripa) e tudo mais que você pode imaginar num shopping lotado. Diante de tanta gente, resolvi deixar minhas compras para o centro da cidade.                                    Tempos depois, lá estou, parado em frente a uma grande loja de departamento (para não citar nome vai a dica: Pegue a palavra Norte-Americanas e retire o Norte) tomando coragem para enfrentar aquela multidão. Assim que entro posso escutar Sandy & Junior cantando ao fundo em uma bela tentativa da loja de te empurrar o CD da duplinha. Em seguida, quando eu já havia conseguido avançar quase vinte metros para dentro da loja, a música que toca é "Aserehe ha de he/De hebe tu de hebere sei biu nouva mahabi/Na de bugui na de buididipi". Numa banca de promoção não muito longe de onde estou posso avistar os álbuns do LS Jack e da Kellyzinha sendo vendidos a preço de banana.            Em quanto tentava pensar em alguém e com o que poderia presenteá-lo, começo a escutar o "Rap do Rei". Música chata que Roberto Carlos lançou em seu mais novo trabalho. As tias adoram. Para salvar a tarde, Tribalistas na rádio interna da loja. Penso que o operador da mesma deva ter cometido algum engano ao colocar algo tão bom para tocar. Foi só terminar meu pensamento que uma música brega-muito-brega do Daniel começou a tocar.             "E atenção mamães acabamos de receber um novo lote do CD das meninas do Rouge" - disse aquele carinha que anda pra cima e pra baixo com um microfone anunciando ofertas. De repente a seção de Cds estava lotada.              Presentes escolhidos, uma centena de músicas executadas, eu há duas horas na fila quando escuto Simone cantado sua canção natalina "Então é natal...ano novo também...que seja feliz...". O pior é que você passa o resto do dia cantarolando a porcaria da música.            Ainda na fila, tive o (des)prazer de escutar o pagodeiro Vavá, o grupo Revelação (que não precisava ter se “revelado”), as meninas do Seu Sílvio (mais de três vezes), o rei Roberto Carlos, Leonardo (cantando, ou gemendo, em italiano), a filhinha-de-papai Wanessa Camargo e os Hansons tupiniquins, KLB, e uma série de outras coisas.              Mas sobrevivi.            A Mixórdia deseja a todos os internautas do Cifra boas festas de final de ano.Dó, Ré, Mi, Fá...faz um bem danado escutar música de qualidade. Cazuza, por exemplo.  Por RUBEN ALMEIDA (mixordia_cifraclub@zipmail.com.br)

      Comente à vontade, mas pegue leve com os palavrões e/ou ofensas senão seu comentário pode ser editado ou deletado. =)