Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Lobão “bombardeia” a MPB e o rock brasileiro dos anos 80

      23 de julho de 2012 10:04 Por Gustavo Morais

      Novo livro de Lobão será lançado em 2013

      O sempre verborrágico Lobão voltou a disparar sua metralhadora giratória contra artistas da música brasileira. Em matéria publicada no site do jornal O Dia, o músico vociferou contra a MPB, alfinetou o sertanejo universitário e não poupou nem seus colegas do rock nacional.

      “Essa juventude que está aí desde os anos 90 sentando na boquinha da garrafa acha que hoje MPB é aquela cantora de churrascaria com cabelo igual ao do Neymar”, define Lobão, claramente se referindo à cantora Maria Gadú. “Nesse tipo de MPB só entra quem é brocha, porque é música de frouxo. Um bando de provincianos de sandálias havaianas querendo ser o próximo Chico Buarque, como se já não bastasse um. É igual a uma bicicleta ergométrica: não vai levar a gente a lugar nenhum. Aí, o cara fala para mim que rock é coisa de velho e vai ouvir Luan Santana. Como pode?”, questiona.

      Sobre o rock brasileiro dos anos 80, Lobão salvou alguns poucos nomes. “As pessoas acham que o rock nasceu nessa década. Na boa, da minha geração só se salvam Roger, Renato Russo, Cazuza, Júlio Barroso e Edgard Scandurra. O resto era um bando de bundão imitando o U2, o Joy Division e o The Police. Uma década de cópias”, sentenciou.

      Em 2013, o roqueiro lançará uma espécie de “guia politicamente incorreto do metabolismo artístico do brasileiro”. O ‘Evangelho da Música Brasileira, segundo Lobão’ será publicado no livro “O Manifesto do Nada na Terra do Nunca”.