Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Confira o que rolou no Palco Mundo no quinto dia do Rock in Rio 2013

      21 de setembro de 2013 8:56 Por Laiza Kertscher

      A noite da última sexta-feira (20) deu sequência a série de shows no Palco Mundo, na quinta edição brasileira do Rock in Rio. A abertura do palco principal do evento ficou por conta do músico Roberto Frejat, uma das maiores figuras do rock nacional. Em uma noite em que bandas de rock mais romântico e radiofônico ganharam seu espaço, o roqueiro abriu mão de suas canções mais pesadas e se jogou em ritmos mais pop. Além de canções de sua carreira solo, como “Segredos” e seu novo single “O Amor É Quente”, Frejat incluiu sucessos de sua banda, o Barão Vermelho, no setlist. Faixas como “Puro Êxtase” e “Bete Balanço” ajudaram a montar o baile pop de Frejat, que também homenageou diversos nomes da música brasileira em versões: hits de Tim Maia, Rita Lee, Caetano e Gil ajudaram a agitar o público, que foi recebido no RiR com clima de festa.

      Na sequência, subiriam ao palco três bandas que são alvo de críticas e chacotas de grande parte do público roqueiro. A primeira delas foi o Matchbox Twenty, dono de alguns hits dos adolescentes dos anos 1990 e 2000. O fato da banda não estar entre as mais conhecidas e representativas do gênero, no entanto, fez com que o público não se mostrasse muito em sintonia com o show. Mas a banda parecia já saber que muitos não estavam familiarizados com seu trabalho e se mostrou grata pela resposta do público, sempre elogiando o Brasil e agradecendo a oportunidade de tocar no maior palco do festival. Mas nem tudo era novidade. O Matchbox Twenty conseguiu fazer o público cantar junto em faixas mais conhecidas, como “Disease” e “Unwell”. “Para vocês que não nos conhecem, espero que tenham se divertido, comentou o vocalista Rob Thomas, ao final do show.

      Logo após, subiu ao palco mais um representante do ‘rock de rádio’, e uma das bandas mais criticadas do gênero. O Nickelback preencheu o Rock in Rio com mais uma avalanche de hits radiofônicos, que misturam guitarras mais pesadas com refrãos pop. Apesar de muitos dizerem não gostar – ou não admitirem isso – o Nickelback possui uma série de hits, como “Photograph”, “Far Away”, “Savin’ Me”, “How You Remind Me” e “When We Stand Together”, que povoaram a setlist do show. Canções como “Too Bad” e “Someday” talvez não sejam suficientes para livrar a banda da alcunha de ‘pior banda do rock’, mas foram o bastante para fazer o público do maior festival de música do Brasil cantar em coro. Graças aos hits de seu repertório e a escalação acertada para um dia menos pesado do festival, a banda de Chad Kroeger saiu consagrada e de alma lavada do Rock in Rio.

      Após as baladas românticas do Nickelback, era hora da atração mais aguardada da noite subir ao palco. Ou pelo menos parte dela. O Bon Jovi se apresentou pela primeira vez em uma edição brasileira do Rock in Rio sem dois integrantes de sua formação original: Richie Sambora, que deixou o grupo há alguns meses no meio da turnê, e Tico Torres, que foi hospitalizado com dores abdominais e terá de ser submetido a uma operação de emergência para a retirada da vesícula. Acompanhados de músicos substitutos, restou para o vocalista Jon e o tecladista David Bryan a missão de defender os hits do hard rock oitentista, como “You Give Love a Bad Name” e “Runaway”. No entanto, não é segredo que o Bon Jovi tem deixado de lado sua veia mais pesada para investir em um som mais voltado para o pop rock. E não deu outra: até mesmo as canções dos primórdios da banda sofreram com essa tendência e com a ausência da figura marcante de Sambora. Mas foi lançando mão de sua lista invejável de hits e de seu carisma que Jon conseguiu fazer os 85 mil presentes acompanharem mais de duas horas de show. Apesar de se apoiar em uma sonoridade mais monótona em suas novas canções, clássicos como “Livin’ On A Prayer”, “Bed Of Roses” e “Always” ajudaram a compor um setlist certeiro e satisfazer o público fiel ao legado da banda.

      Veja algumas fotos do shows que rolaram no Palco Mundo, no quinto dia do Rock in Rio V: