Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      MinC aprova projetos ‘ecológicos’ de Milton Nascimento e Jeito Moleque

      19 de fevereiro de 2014 12:04 Por Laiza Kertscher

      Milton tem incentivo do MinC para captar patrocínio

      O cantor Milton Nascimento e o grupo Jeito Moleque tiveram projetos de turnês musicais aprovados pelo Ministério da Cultura para captar recursos por meio da Lei Rouanet.

      Milton apresentou uma proposta de shows em homenagem ao projeto Tamar e poderá captar R$813 mil dos R$957 mil solicitados. Grande parte do corte foi feito no cachê solicitado para o artista. Para cinco shows, a proposta era que Milton recebesse um total de R$285 mil, mas a comissão liberou R$150 mil para todas as apresentações. Também foram aprovados R$ 57 mil para participação do cantor na gravação de um CD de sete músicas.

      Já o grupo Jeito Moleque poderá captar R$2,2 milhões dos R$2,4 milhões solicitados para uma turnê e DVD “ambientalmente responsáveis”. Uma das propostas inclui plantio de 2 mil árvores para “emissões de gases do efeito estufa geradas com as realizações dos shows”. O MinC aprovou o pagamento de cachês para o grupo que somam R$300 mil para seis shows.

      Vale lembrar que a aprovação do projeto pelo Ministério não garante que os artistas conseguirão patrocínio para o projeto. Eles agora terão que buscar incentivo em empresas, que terão abatimento de impostos correspondente ao valor investido no patrocínio. Os artistas tem prazo de um ano para captação, podendo renovar o incentivo por seis meses.

      Os dois projetos, de Milton e do Jeito Moleque, incluem todos os custos de produção dos shows e de gravações dos respectivos CD e DVD.