Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Estudo inglês diz que hip-hop é mais influente do que Beatles e Stones

      6 de maio de 2015 15:41 Por Gustavo Morais

      Quarteto ajudou a construir o conceito de cultura pop

      Um estudo conduzido por pesquisadores da “Queen Mary University of London” e do “Imperial College London”, instituições de ensino britânicas, chegou a uma polêmica conclusão em relação às transformações da música nos Estados Unidos, entre os anos de 1960 e 2010. Segundo a pesquisa, o surgimento do hip-hop causou maior impacto musical do que os Beatles e os Stones.

      Com base em mudanças de acordes e de tom no som, o estudo afirma que o rock feito pelas duas bandas britânicas já era uma realidade nos EUA quando, em meados da década de 1960, elas cruzaram o Atlântico e conquistaram o mercado fonográfico da Terra do Tio Sam. Em contrapartida, durante os anos 1990, a criação do rap teria gerado transformações inéditas e reinventado a música.

      A informação é do tabloide The Guardian e a pesquisa foi divulgada nesta quarta-feira (6).

      Metodologia

      Tupac Shakur, um dos maiores expoentes do hip-hop

      Para chegar a tal conclusão, a pesquisa vasculhou fragmentos de 17 mil músicas que figuraram nas paradas de sucesso da Billboard entre as décadas de 60 e 2010. Programas de computadores fizeram uma análise minuciosa ao longo de meio século musical e organizaram o material em categorias como instrumentos, arranjos e propriedades musicais.

      Um dos pesquisadores, Matthias Mauch, reconheceu que é possível que esta metodologia científica seja duramente questionada. O acadêmico, contudo, argumentou que o estudo é justificável porque “pela primeira vez podemos medir em grande escala as propriedades musicais nas gravações”.

      “Podemos, de fato, ir além do que nos dizem os entendidos ou o senso comum, pois olhamos diretamente às composições, medimos suas características e entendemos como se transformaram”, afirmou Mauch.

      Conclusão 

      O estudo conseguiu observar os três momentos que mais revolucionaram a música: a chegada do rap e da cultura hip- hop, em 1991, no mainstream; o advento do movimento tecnopop, em 1983, que incorporou música eletrônica e sintetizadores ao rock; e a Invasão Britânica, capitaneada pela trinca Beatles, Stones e The Who, na década de 1960.