Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Fã-clube repudia preços de ingressos para shows do Muse

      27 de maio de 2015 14:34 Por Gustavo Morais

      A produtora Time For Fun divulgou, na noite da última terça-feira (26), os valores dos ingressos para os shows do Muse no Brasil. O trio se apresentará no dia 22 de outubro, no HSBC Arena, no Rio de Janeiro; e no dia 24 do mesmo mês, no Allianz Parque, em São Paulo.

      A pré-venda exclusiva para fã-clube começou a partir das 10h do dia 27 de maio e vai até as 20h do dia 28, no site da Tickets For Fun (www.ticketsforfun.com.br). A venda para o público em geral estará disponível em 1º de junho (a partir de 0h01 pela internet e a partir das 12h nos pontos de venda presenciais).

      Confira a tabela para o show no Rio:

      • PISTA PREMIER: R$ 700 (inteira) R$ 350 (meia)
      • PISTA: R$ 360 (inteira) R$ 180 (meia)
      • CADEIRA NÍVEL 1 – CENTRAL: R$ 330 (inteira) R$ 165 (meia)
      • CADEIRA NÍVEL 1 – LATERAL: R$ 360 (inteira) R$ 180 (meia)
      • CADEIRA NÍVEL 3: R$ 250 (inteira) R$ 125 (meia)
      • CAMAROTE: R$ 650 (inteira) R$ 325 (meia)

      Confira a tabela para o show em Sampa:

      • PISTA PREMIUM: R$ 650 (inteira) R$ 325 (meia)
      • PISTA: R$ 320 (inteira) R$ 160 (meia)
      • CADEIRA INFERIOR: R$ 400 (inteira) R$ 200 (meia)
      • CADEIRA SUPERIOR: R$ 220 (inteira) R$ 110 (meia)

      Diante do elevado preço dos ingressos e a divulgação da tabela de valores um dia antes da pré-venda, o fã-clube Muse BR decidiu questionar a T4f. Por meio de uma nota de repúdio publicada no Facebook, o Muse BR condena a atitude da produtora e mais uma vez coloca em evidência um dos maiores problemas do show business brasileiro: os preços absurdos para ingressos.

      Na nota, o Muse BR compara o valor do salário mínimo com o preço do ingresso para o show: atualmente, o salário mínimo está R$ 788. Por sua vez, o ingresso para a Pista Premium custa R$ 700.

      #NãoSomosAnimais faz referência à letra do hit "Animals", música que detona o capitalismo

      Leia a íntegra da nota divulgada pelo Muse BR:

      “NOTA DE REPÚDIO AOS VALORES DOS INGRESSOS DOS SHOWS DO MUSE NO BRASIL EM 2015

      Nesta terça, fomos surpreendidos com os preços exorbitantes cobrados pela T4F pelos ingressos do Muse, divulgados apenas um dia antes da pré-venda. Querem capitalizar em cima do nosso amor por uma banda que denuncia os males do capitalismo… Nosso salário mínimo está em exatos R$ 788,00. O ingresso Pista Premium do Rio de Janeiro está custando R$ 700,00. Fora a absurda invenção de uma “early entry”, por mais R$ 300,00. Há ingressos mais baratos? Sim. Eles estão bem distantes do palco. Ou seja, se você quiser ficar cara a cara com a banda, de pertinho, você precisa gastar um valor que não está de acordo com a média brasileira, nem de longe, atingindo quase o valor do que muitos brasileiros tiram por mês. O ingresso de Pista Premium não será para os maiores fãs, e sim os mais ricos.

      Estamos comprando ingressos para ver a mesma banda que compôs “Animals”, chamando atenção para a própria falta de limites do capitalismo, que pisoteia o que quer que seja em prol do lucro? Está difícil aceitar a contradição. O Muse precisa abrir os olhos para os valores abusivos que estão sendo cobrados dos fãs no Brasil.

      Diante disso, a equipe MuseBR anuncia que não irá comprar ingressos para ver a banda no Brasil, por tempo indeterminado, em indignação por estes valores completamente fora da nossa realidade. Nem ingressos para U2, Arctic Monkeys, Pearl Jam, Queen custaram tão caro. Queremos que a banda fique conhecida no Brasil, trabalhamos de graça para isso, e estávamos preparados para ser parceiros na divulgação do show e atrair o maior público possível para o HSBC Arena e o Allianz Parque. Entretanto, o que a T4F conseguiu com essa “estratégia de negócios” foi apenas desanimar até os fãs mais fiéis. Queremos ser respeitados enquanto consumidores, e não feitos de otários e explorados porque gostamos muito de uma banda. Que todos os que compartilham do nosso pensamento aguardem também um posicionamento da T4F quanto a esses valores absurdos antes de comprar os ingressos.

      #NaoSomosAnimais”