Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Frustrado, Paul McCartney diz que Lennon se tornou ‘mártir’

      6 de julho de 2015 9:32 Por Laiza Kertscher

      Paul achou exagerada a ideia de que John era um 'mártir'

      Paul McCartney declarou não ter ficado contente com a forma que John Lennon começou a ser visto pelo público após sua morte. Em recente entrevista a revista Esquire, o músico disse ter ficado frustrado ao ver que Lennon havia se tornado um ‘mártir’.

      “Quando John foi assassinado, além do horror de tudo isso, a ideia era de que ‘ok, agora John é um mártir. Um John F. Kennedy’”, disse Paul sobre a morte do ex-parceiro de banda e composições. “Eu comecei a ficar frustrado pois as pessoas começaram a dizer ‘bom, ele era os Beatles‘. E eu, George e Ringo ficamos tipo ‘ei, espera um pouco. Há um ano nós estávamos todos no mesmo patamar”, disse.

      “John era o irreverente sim, com certeza. Ele fez um ótimo trabalho. E após os Beatles ele fez mais trabalhos ótimos, mas também fez alguns não tão ótimos assim. A verdade é que a martirização dele o transformou em um James Dean”, acredita Paul.

      Durante a entrevista, Macca também criticou Yoko Ono e as declarações que a viúva de Lennon faz a seu respeito na imprensa. “Yoko aparece nos jornais e quando eu leio sempre diz algo como ‘Paul nunca fez nada, tudo que ele fez foi alugar o estúdio…’ Tipo, dane-se você querida, espera aí? Tudo que eu fiz foi realmente alugar o estúdio?”, protestou o músico.