Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Joan Jett e Cherie Currie negam ter visto estupro de ex-colega

      13 de julho de 2015 11:01 Por Laiza Kertscher

      Joan e Cherie se defenderam após declaração de baixista

      Na última semana, a ex-baixista do Runaways, Jackie Fox, deu uma entrevista ao The Huffington Post, em que acusa o produtor da banda, Kim Fowley, de abuso sexual. No artigo, Jackie descreve que foi dopada e estuprada em uma festa, enquanto várias outras assistiam o abuso, dentre elas suas ex-companheiras de banda.

      No entanto, a guitarrista Joan Jett se manifestou sobre o assunto ao Yahoo Music e negou que tenha presenciado qualquer cena de estupro de suas ex-colegas. “Qualquer um que realmente me conheça sabe que se eu visse um amigo ou colega ser violentado, eu jamais ficaria assistindo sem fazer nada. Nós éramos um grupo de adolescentes envolvidas no mundo do rock nos anos 70 onde tudo era muito bizarro, mas eu nunca fiquei sabendo desse incidente. A história de Jackie é realmente perturbadora, e por mais que a gente não se fale há décadas, eu desejo a ela paz e saúde”.

      A ex-vocalista do grupo também se defendeu e declarou ter sido “acusada de um crime”. “Eu nunca fui de negar os erros que cometi na vida e não é agora que farei isso. Se eu fosse culpada, eu admitiria”, escreveu Cherie Currie no Facebook. “Tudo que sei é que se Joan, Sandy (West) tivéssemos presenciado uma garota inconsciente, sendo brutalmente estuprada em nossa frente, teríamos quebrado uma cadeira na cabeça dele (do agressor)”, escreveu a vocalista, que disse que irá buscar métodos legais para se defender.