Notificações Amigos pendentes

      Cifra Club News

      Roger Moreira é criticado por ironizar campanha sobre assédio sexual

      23 de outubro de 2015 16:13 Por Gustavo Morais

      O músico Roger Moreira, líder da banda Ultraje a Rigor, não escapa de uma polêmica. Nesta sexta-feira, o artista foi bombardeado nas redes sociais por ter ironizado uma campanha sobre assédio sexual lançada no Twitter.

      Após a repercussão de comentários de conteúdo sexual sobre uma participante do programa “MasterChef Júnior”, da Rede Bandeirantes, de 12 anos, um grupo de ativistas feministas lançaram a campanha “#PrimeiroAssedio”, com o objetivo de coletar relatos de mulheres que viveram sua primeira situação de assédio ainda quando crianças.

      Roger, então, usou a hashtag da campanha e contou a primeira vez em que ele foi “assediado”. De forma irônica, o artista se gabou ao relatar o episódio em que, uma empregada deixou que ele tocasse nos seios dela.

      Veja o tuíte de Roger:


      Muita gente não curtiu o tuíte do músico e entenderam que o conteúdo da postagem  é  ”lamentável” e pejorativo. Confira algumas postagens repudiando as palavras de Roger:

       

       

       

       

       

      A assessoria do Ultraje afirmou que Roger não se posicionará sobre o caso.